robbie williams
O cantor britânico Robbie Williams (FOTO: Reprodução)

Robbie Williams e sua esposa Ayda Field revelaram que foram ameaçados em uma viagem de caridade ao Haiti. A dupla esteve no Caribe numa missão para Unicef ​​em 2010, quando se viu em uma situação aterrorizante.

Falando no podcast de Ayda intitulado Postcards From The Edge, Robbie explicou: “Fui ameaçado de ser decapitado no Haiti. Estávamos indo lá para ajudar. Quando fomos ameaçados de decapitação, eu fiquei tipo ‘Devemos ir para a próxima rua então?’ E olhando para trás, foi assustador.” Ayda também relembrou a história, acrescentando: “Eu estava com você, estava sendo ameaçada de ser decapitada também!”.

View this post on Instagram

Happy Birthday to this dream woman ❤️

A post shared by Robbie Williams (@robbiewilliams) on

VEJA TAMBÉM: Vídeos sensuais de Anitta são publicados em site pornô

A viagem não diminuiu o entusiasmo de Robbie Williams por seu trabalho de caridade. Dois anos depois, embarcou numa viagem à Cidade do México para fazer um curta-metragem sobre crianças vivendo em favelas. A revelação é a mais recente de uma série de bate-papos em podcast que a estrela pop vem fazendo no confinamento.

The duo were in the Caribbean for a Unicef charity trip in 2010

Na semana passada, a estrela do Take That contou como se tornou “obeso mórbido” quando costumava fazer compras depois de ficar chapada. O cantor, 46 anos, era conhecido por suas festas nas décadas de 90 e início dos anos 90, mas desde então abandonou a bebida e as drogas para um estilo de vida saudável.

Rob disse que antigamente ele se jogava na junk food quando estava chapado, o que acabou por aumentar seu peso. O hitmaker de Angels estava refletindo sobre sua vida depois de deixar o Take That em 1995. Falando em seu podcast At Home With The Williamses, a estrela disse que ganhou peso devido ao uso de drogas e ao desenvolver uma dieta ruim. O músico ainda deu um conselho aos ouvintes: “Não vá a um supermercado chapado. Você faz más escolhas”.