Rouge
O grupo Rouge (FOTO: Instagram)

Na última segunda-feira (dia 8), o Rouge lançou o EP “5” que marca a nova fase no carreira do grupo. Esta é a primeira vez em que a gilrlband apresenta música inéditas em 13 anos, já que o disco “Mil e uma Noites” foi lançado ainda em 2005. O novo material conta com influências latinas, da música funk e do pop.

Confira abaixo:

A primeira faixa chamada “Solo Tu” foi trazida da Holanda segundo Fantine que atualmente mora no país. “Essa música foi composta por uma menina que eu conheci através do ‘The Voice of Holland’. Era ano novo, 31 de dezembro, e eu estava no estúdio em Amsterdã gravando uma guia para essa música. Então, já no Brasil, tava no banho e meio veio um rap em espanhol para a música. Eu espumava e corria para anotar! Quer dizer, eu gravei tudo”, explica.

VEJA TAMBÉM: Pink, Kesha e Kelly Clarkson estarão em nova versão da trilha sonora de “Rei do Show”

Já a faixa 2, “Beijo na Boca”, foi inspirada no gênero funk, enquanto “Sem Temer” é uma balada romântica pop. O “5” se encerra com a faixa “Te Ligo Depois”. “É uma das músicas mais diferentes que o Rouge já fez”, comentou Aline. “Tenho que dizer que não foi unânime de saída, mas a gente soube que a gente tinha que gravar quando o estúdio virou uma pista de dança”, lembrou. Completa o lançamento, uma faixa já lançada anteriormente pelo grupo, a canção “Dona de Mim”.

Rouge faz homenagem à Marielle Franco em apresentação no Prêmio Multishow

Nesta terça-feira (dia 25) aconteceu a 25ª edição do Prêmio Multishow, uma das principais premiações musicais brasileiras. E uma das primeiras apresentações da noite foi a do grupo Rouge, que prestou uma homenagem às grandes mulheres brasileiras como Leila Diniz, Marielle Franco, Maria da Penha, Dandara e Maria Quitéria.

VEJA TAMBÉM: Fãs cobram Ivete Sangalo e Cláudia Leitte por posicionamento político

O quinteto abriu a apresentação com os nomes das mulheres estampado em seus roupões pretos enquanto cantavam os versos do seu mais novo single “Dona da Minha Vida”. A canção que traz uma letra que aborda o empoderamento feminino recentemente ganhou um clipe onde diferentes mulheres marcham pedindo por igualdade. Logo a seguir, as meninas colocaram o público para dançar ao som da memorável “Ragatanga”.

Confira abaixo a apresentação:

Maria da Penha é a cearense que batizou a lei de proteção às mulheres. Já Maria Quitéria foi uma militar que lutou pela Independência do país. Dandara foi uma guerreira negra do período colonial do Brasil enquanto Leila Diniz foi uma atriz progressista dos anos 60 que rompeu com o conservadorismo da época ao exibir sua gravidez de biquíni.