Saiba a verdadeira história sobre como Roberto Carlos perdeu a perna

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Roberto Carlos é um dos maiores cantores do Brasil, todo fim de ano, o músico agracia seus fãs com o especial de Natal. Pois bem, hoje falaremos sobre o mistério envolvendo a perda da perna direita do cantor. Por Revista Cifras.

Em 26 de junho de 1947, a cidade de Cachoeiro do Itapemirim (ES), onde Roberto nasceu e morava, estava comemorando o Dia de São Pedro, o padroeiro local, com uma festa.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Vale explicar que, na época, a cidade era cheia de ferrovias – e era uma dessas que o músico, cujo apelido era Zunga, brincava com a melhor amiga, a Fifinha (Eunice Solino), quando um trem se aproximou.

VEJA TAMBÉM: Criador de série famosa DETONA participação de Justin Bieber: “Problemático”

Uma professora viu os dois em situação de risco e tentou alertá-los. Ela acenou, gritou e correu até as crianças, mas só conseguiu puxar a menina.

Assustado, o garoto tropeçou e caiu de costas sobre a linha férrea. Em alta velocidade, o trem não pode ser parado a tempo pelo maquinista e passou por cima da perna do garoto.

O socorro iria demorar, então uma pessoa se destacou da multidão que presenciava a cena: tirou o paletó de linho branco para estancar a hemorragia.

Esse momento do acidente – assim como muitas cenas da infância do Rei – é contado na música ‘O Divã’.

Relembro bem a festa, o apito
E na multidão um grito
O sangue no linho branco
A paz de quem carregava
Em seus braços quem chorava

Atendido pelo médico Romildo Coelho, o pequeno Zunga não teria chorado durante o atendimento. O motivo: os nervos tinham sido arrancados pelas rodas de metal no momento do acidente.

Estudado e bastante atualizado para a época, Romildo Coelho seguiu as instruções de um artigo médico que dizia para preservar o máximo possível dos membros amputados. Assim, Roberto Carlos não perdeu a perna totalmente e manteve os movimentos do joelho direito.

Conforme relatos, a preocupação do menino era mesmo o par de sapatos novos que tinha ganhado justamente para o dia da festa.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio