O cantor porto-riquenho Ricky Martin (Reprodução: Internet)

Nesta sábado (25), Ricky Martin foi o convidado do programa “Caldeirão do Huck” com Luciano Huck. No bate-papo, o cantor falou que foi difícil se assumir gay por pressões da indústria da música.

Eu tinha muitas pessoas que diziam: ‘Ricky, vai ser o fim da sua carreira’. Eu escutava isso diariamente. Eu não queria falar para ninguém. Mas, Luciano, quando falei para o mundo, tudo mudou. Meu jeito de ver a vida, o amor que recebi foi tão sincero da parte de todos… Foi o melhor que aconteceu na minha vida“, disse o cantor.

O cantor ainda falou um pouco sobre seu novo álbum “Pausa“, que foi produzido durante o isolamento social. Martin também considera o projeto o melhor de toda sua carreira: “Desde que começou a pandemia, liguei para amigos meus que são músicos e começamos a criar. Para mim, é o melhor disco que já lancei. É o meu preferido. Gosto muito do que estou apresentando

LEIA TAMBÉM: Grávida! Nicki Minaj posta foto com barrigão e confirma suspeitas de gravidez

Recentemente, em entrevista para o jornal O Globo, Ricky Martin revelou que queria as colaborações de Anitta e Pabllo Vittar nesse projeto, mas infelizmente não foi possível. “Sou obcecado pela Anitta. É maravilhosa. Sabe de quem gosto muito? Pabllo Vittar! Gostaria de trabalhar com elas. Se pudesse, já em “Play”. Sempre falei que se tenho ao meu lado um brasileiro, o show vai ser muito bom, porque vocês sabem fazer festa. Então gostaria muito de trabalhar com elas, espero que em breve“, disse o artista.