Selena Gomez reclama de revista que lhe entrevistou e comenta caso Demi Lovato

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A cantora Selena Gomez comentou pela primeira vez os incidentes recentes ocorridos com sua amiga de infância Demi Lovato em julho. Numa entrevista para a edição de outubro da revista Elle, Selena revelou que chegou a entrar em contato com Demi após a suposta overdose.

“Tudo que vou dizer é que entrei em contato pessoalmente. Não fiz nada público. Não queria. Eu a amo. Conheço Demi desde que tinha sete anos de idade. Então, isso é tudo o que direi.” O jornalista Mickey Rapkin, que assina a matéria de capa, afirmou que Selena Gomez chegou a ficar emocionada ao pronunciar o nome da amiga e que a entrevista aconteceu seis dias após a overdose de Demi Lovato.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

VEJA TAMBÉM: Xuxa revela que foi chamada para ser mãe dos filhos de Michael Jackson

Selena e Demi se conheceram ainda crianças, quando participavam do programa de televisão Barney e Seus Amigos. Depois, também chegaram a trabalhar juntas no Disney Channel. Atualmente, Demi Lovato segue em tratamento numa clínica de reabilitação para lidar com seus problemas emocionais e o vício em drogas.

FOTO: Reprodução

Logo depois da publicação da entrevista, Selena Gomez sugeriu que não aprovou o foco da reportagem dado pela revista. O que teria chateado Selena Gomez foi explorarem superficialmente sua ligação com a Igreja Hillsong, instituição que a pôs em contato com as missões humanitárias da ONG A21. Selena vem trabalhando cinco dias por semana nas missões da organização não governamental para ajudar a combater o tráfico humano e a escravidão. Na semana passada, a cantora em viagem humanitária na Bulgária. Através de uma publicação no instagram, Selena Gomez sugere que achou que sua luta ao lado da ONG acabou soando pouco clara para os leitores, como se fosse somente uma missão religiosa.

Como eu sei, sempre haverá interesse na vida pessoal, porque esse é o ritmo de nossa geração ‘social’. Sou grata por minha posição e sempre encontrarei maneiras de tornar meu trabalho mais sobre os outros e sobre retribuir – tudo isso enquanto tenho o melhor momento com minha música, moda, cinema e meu amor por aprender sobre o mundo, para explorar mais e mais”, declarou a cantora no Instagram, onde tem 142 milhões de seguidores.

“Igreja é o nome para algo muito mais pessoal. Sempre há uma agenda buscando informações sobre esse assunto e eu entendo o porquê. Raramente menciono a igreja (e não mencionei), mas sempre me senti confortável para falar sobre meus valores e crenças. Eu respeito isso de todos. Eu entendo que repórteres estão trabalhando para atrair atenção de um leitor, porém sempre trabalharei para garantir que o que é público represente a minha verdade. Estou um pouco chateada, mas pouco surpresa. Vocês todos conhecem a mim e meu coração. Não posso evitar. Então vou postar algumas das MINHAs fotos da coleção e meu trabalho com a A21. Meu coração. E talvez edite minhas músicas, como vocês ouvirão em breve”.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio