cher
A cantora norte-americana Cher (FOTO: Reprodução)

Cher é famosa por se posicionar sem medo sobre assuntos políticos – tendo criticado publicamente personalidades como George Bush, Jair Bolsonaro e Donald Trump diversas vezes.

No mês passado, o ex-apresentador do ‘Aprendiz’ perdeu a eleição geral para Joe Biden, que o substituirá na Casa Branca. Porém, ele deixou claro que não está preparado para sair do cargo sem lutar, desafiando os resultados das eleições.

Indignada com a situação do país, Cher insistiu que Trump deveria ser processado por colocar os americanos contra si mesmos com sua política divisionista. Para o jornal The Guardian, a cantora chamou ele de “tóxico”.

VEJA TAMBÉM: Billie Eilish faz duras críticas a Donald Trump durante live: “O pior de todos”

Pessoas que apenas discordavam umas das outras antes, agora são inimigas“, disse. Ela ainda acrescentou: “Odeio até chamá-lo de presidente porque tudo o que ele faz é assistir TV“.

FOTO: Reprodução

A artista disse que percebeu que Trump estava tentando bloquear Joe Biden a todo momento: “Ele é a pessoa mais vingativa que já testemunhei. Acho que ele está lutando tanto porque ele será processado quando sair da Casa Branca“.

Questionada se acha que a prisão pode estar no futuro de Trump, ela acrescentou: “Espero que sim. Vou dançar por aí“. O ícone da música ainda disse que consegue ver amor pela América até em Bush, mas não em Trump.

Não gostei muito de Bush quando ele começou aquelas guerras (…). Mas a única coisa que sei é que [Bush] ama a América e Trump não“, refletiu.