“Sequestro” de Juliette por equipe de Anitta tem missão de prolongar o confinamento histérico do BBB

O radialista Fernando Berenguel especula quais são os objetivos de Juliette em se confinar novamente, agora na casa de Anitta

Publicado em 5/24/2021
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

FERNANDO BERENGUEL

COLUNA DROPS

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Em mais uma reviravolta envolvendo as tantas surpresas em torno da figura de Anitta, a campeã do BBB21, Juliette Freire optou por um silêncio quase sepulcral após participar do programa. Depois de tanta histeria televisiva, soa esquisito, para dizer o mínimo. Ainda durante sua estadia na casa mais vigiada do Brasil, Juliette foi “capturada” pela equipe de Anitta, a agência BPMCom, que passou juntamente do polêmico Huayna Tejo a ditar quais seriam os próximos passos da marca Juliette Freire. Do ponto de vista de representatividade, a agência BPMCom é uma das principais do ramo artístico do país agenciando a principal cantora trans do Brasil (Majur), o principal sambista preto (Thiaguinho) e agora tem nas mãos, não seria exagero dizer, a principal voz amadora do Nordeste. Chama atenção que após a saída do BBB, Juliette acabou indo direto para a outra casa mais vigiada do Brasil: a mansão de Anitta na Barra da Tijuca. Justamente ali, onde a funkeira já deu tantas festas, gravou clipes e foi assunto na mídia, é que Juliette tem procurado curiosamente descansar sua imagem. Mesmo que tal descanso seja no quarto do sexo da apimentada funkeira. Esquisito para quem deseja o silêncio neste momento não?

(FOTO: Reprodução Instagram)

Um ponto que chama bastante atenção é que apesar de ter falado o confinamento inteiro de Luan Santana, chegando até a dar um beijo virtual no sertanejo, a paraibana acabou recusando a participação e até um possível feat com o astro que está há anos entre os maiores cachês do país. O caminho, portanto, para um contrato musical com a Sony Music (gravadora do cantor) se desencontrava ali. Já um esperado contrato com a Rede Globo, uma das maiores plataformas midiáticas do país, também acabou ainda não vindo. Enquanto isso, seus colegas Gilberto do Vigor e Lucas Penteado, outros fenômenos de representatividade do BBB21, acabaram decidindo fechar com a emissora. Até o momento, um dos assuntos ventilados na imprensa, é que a paraibana tenha uma promessa de contrato com a Warner, gravadora de Anitta. Isto mesmo. Promessa. Soa despretensioso demais para quem se tornou o maior fenômeno de popularidade dos últimos anos do BBB.

(FOTO: Reprodução Globo)

Quietinha, Juliette tem selecionado a dedo suas entrevistas e ações no pós-BBB conversando pontualmente com veículos como Extra e HugoGloss e se mantido bastante reservada. O silêncio irritou até a influenciadora Blogueirinha que reclamou da ausência da exibição do cotidiano de Juliette nas redes sociais. Juntamente da reclamação, HugoGloss veio a público informar que a paraibana estaria enfrentando problemas de saúde. Aliás, a própria maquiadora confirmou ao Extra que vem enfrentando problemas de ansiedade. O delicado assunto, é claro, acaba colaborando ainda mais para a curiosidade em torno da sua figura neste pós-BBB. Mesmo que ela e sua equipe possam ter optado pela estratégia do “menos é mais”. Uma das certezas é que todo este segundo confinamento pelo qual Juliette vem passando na casa de Anitta, tem mantido a curiosidade em torno da sua figura lááááá em cima. Mesmo quase um mês após o fim do programa.

Após ser cortejada por Luan Santana e Safadão, dois dos maiores cachês do país, será no mínimo incoerente caso todo este “sequestro” que Anitta e sua equipe tenham imposto à Juliette, não resulte numa tentativa de carreira musical. No ano passado, surfando na histeria do BBB, Manu Gavassi fez bonito nas paradas lançando a caprichada “Deve Ser Horrível Dormir Sem Mim” com grande qualidade artística e chegando ao segundo lugar do Spotify. Logo depois, as faíscas do pós-BBB acabaram apagando e com uma repercussão menor, Manu optou por seguir apenas com publis em suas redes sociais. Com toda histeria constante em torno de seu nome, mesmo meses após o fim do programa, Juliette e sua engajada fanbase (os cactos), podem fazer bonito em lançamentos musicais que remontem, por exemplo, à simplicidade das canções mais indie de Maria Gadú, Chico César e Francisco El Hombre. Tais artistas ganharam “covers” da paraibana na casa mais vigiada do país, provocando os telespectadores sobre o potencial de sua genuína e suave voz.

Vale ressaltar que no ano passado, foi ventilado na imprensa, que membros da equipe de Anitta estariam preocupados com seus empregos caso a carreira da funkeira de Honório Gurgel realmente “acontecesse” nos Estados Unidos. Como ficariam suas atividades de trabalho aqui no Brasil? Bom, pelo menos para as equipes da Warner Brasil e da BPMCom parece que a resposta já parece ter vindo.

(Os comentários publicados acima não refletem, necessariamente, a opinião do Observatório de Música ou do portal UOL)

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio