Sérgio Reis protesta contra medidas de isolamento e ameaça João Doria e Bruno Covas

"Vocês estão matando o povo de fome", acusou o sertanejo

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Sérgio Reis surpreendeu os fãs durante live realizada na tarde desta quarta-feira (14). No show, o cantor protestou contra as medidas de isolamento social adotadas em São Paulo e chegou a ameaçar o governador João Doria (PSDB) e o prefeito Bruno Covas (PSDB).

O artista, que demonstrou anteriormente ser um apoiador do presidente Jair Bolsonaro, acusou os governantes de estarem matando o povo de fome. “Será que eu preciso ir aí meter a mão na cara de um de vocês?”, disparou Reis.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

“Está um inferno aqui em São Paulo. Brigando com o prefeito, brigando com o governador. O que vocês querem fazer com o nosso povo? ‘Hein’, Doria? ‘Hein’, Covas? O que vocês querem fazer com a gente? Será que eu preciso ir aí meter a mão na cara de um de vocês? E eu faço. Fujam de mim”, intimidou o cantor.

O sertanejo ainda disse: “Eu não estou aceitando mais ser amigo de vocês. Isso é verdadeiro, é ao vivo. O que vocês estão fazendo com nossos comerciantes, com as pessoas. Vocês estão matando o povo de fome. O que vocês querem? Que a China tome conta da gente? Ou querem apanhar na cara? Porque vocês merecem”.

“Me processa, fala que eu estou errado. Vocês vão ver o que vai virar a frente da casa de vocês, se vocês acham que o povo não está comigo. Pensa bem nisso. Eu não me manifestei até hoje, estou quieto lá para não pegar essa Covid. Mas o povo está morrendo de fome. Vocês são muito culpados“, completou Sérgio Reis.

Assista:

VEJA MAIS: Gay? Fiuk do BBB revela que integrante do One Direction flertou com ele

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio