Série musical com Jup do Bairro, filha de Tom Jobim e Romero Ferro ganha documentário e EP

Série musical “Nada Será Como Antes” chega ao final com lançamento de um mini-doc e um EP Tuyo, Teago Oliveira (Maglore), Helio Flanders, Jub do Bairro, Dinho Almeida (Boogarins), Maria Luiza Jobim, Romero Ferro, Jonathan Ferr, Zé Ibarra e Brisa Flow participam do projeto em parcerias inéditas

Publicado em 30/11/2021 13:28
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A série musical “Nada Será Como Antes” estreou em agosto de 2021 e reuniu dez nomes relevantes da cena musical brasileira agrupados em duplas inéditas para compor remotamente músicas relacionadas ao cenário atual, compartilhando com os fãs todo o processo.

No próximo dia 26 de novembro, sexta, o EP com a participação de todos os artistas envolvidos estreia nas plataformas de streaming e neste mesmo dia será lançado “Leão’, quinto e último single da série, composto por Maria Luiza Jobim (filha de Tom Jobim) e Zé Ibarra, dois artistas cariocas e representantes da nova MPB que apesar das semelhanças, nunca tinham se visto até que receberam o desafio de fazer música juntos.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Quando os convites para os artistas começaram a ser feitos, em julho de 2021, ainda era difícil vislumbrar o fim do isolamento, e tanto a cena musical quanto a relação entre artistas e público não estavam no seu momento mais vivo.  Tuyo, Teago Oliveira (Maglore), Helio Flanders, Jub do Bairro, Dinho Almeida (Boogarins), Maria Luiza Jobim, Romero Ferro, Jonathan Ferr, Zé Ibarra e Brisa Flow aceitaram o desafio da série musical e ao longo dos meses de agosto, setembro e outubro, se dividiram em duplas inéditas para a criação de cinco novos singles. Assim, além de criar um registro sobre o momento de reclusão pandêmico, o projeto teve como objetivo aproximar os músicos do público.

Todo o processo de finalização, mixagem e masterização das músicas ficou a cargo do produtor mineiro Leonardo Marques, que se juntou às duplas na metade do processo e ajudou a garantir a identidade sonora do projeto como um todo, ainda que as músicas tenham ficado tão diferentes entre si.

Com exceção de Maria Luiza Jobim e Zé Ibarra – que acabaram se reunindo no Rio de Janeiro, as duplas compuseram as músicas à distância e a maioria também gravou as faixas sem se encontrar.  Nenhum dos artistas havia trabalhado junto antes e assim como Maria Luiza Jobim e Zé Ibarra, Jonathan Ferr e Helio Flanders também não se conheciam antes do projeto.

“Tem Que Ser”, de Romero Ferro e Teago Oliveira, foi o primeiro single a ser lançado e teve uma sugestão dada pela audiência acatada na versão final da música. Direto de Valencia, na Espanha, o músico Visentin, que estava assistindo à live, escreveu em cima da melodia que estava sendo composta em tempo real: “e se for, tem que ser por amor”. E a frase acabou sendo não só incorporada na música, como dando origem ao refrão e ao título da faixa.

“É muito gratificante ver quanta coisa a gente é capaz de realizar a partir de um sim. Na verdade, nesse caso, de vários sims: o da Taboom, ao abraçar o projeto e executá-lo e o de cada um dos artistas convidados, que tiveram a coragem e a generosidade de topar fazer parte de um projeto diferente de tudo o que já tinham feito. E o resultado, depois de três meses e mais de 20 lives, são 5 novas músicas incríveis, novas amizades e uma obra que através da percepção de dez nomes super relevantes da nossa música, representa um registro histórico desses tempos loucos em que vivemos” diz Laura Damasceno, idealizadora e produtora do projeto.

“A Taboom é uma ferramenta para que criadores de conteúdo se conectem melhor — com fãs, com outros criadores, e por aí vai. Ainda somos uma plataforma nova mas temos orgulho de já ter possibilitado encontros incríveis, como esses vários do ‘Nada Será Como Antes’. O resultado é esse EP riquíssimo, construído através das conexões que testemunhamos na plataforma, tanto dos artistas entre si quanto deles com o público.”, diz Bruno Orsini, co-fundador da Taboom.

O PROJETO

A série musical “Nada Será Como Antes” reuniu dez nomes relevantes e ascendentes da música brasileira divididos em duplas inéditas, para compor, transbordar e transformar suas angústias dos tempos pandêmicos em canções. Esses encontros musicais foram acompanhados ao vivo pelo público através de lives na plataforma da Taboom, e este pôde não só assistir, como ajudar a escolher os caminhos das músicas e até enviar gravações que de fato foram usadas nas versões finais das faixas.

Para escutar o EP “Nada Será Como Antes”: https://lnk.dmsmusic.co/leonardomarques_nadasercomoantes

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio