freddie mercury
O astro de origem zanzibense Freddie Mercury (FOTO: Reprodução)

O vocalista da banda Queen, Freddie Mercury, se tornou uma das grandes vozes do século passado, além de seu icônico jeito de cantar, suas performances incríveis ganharam o coração do público.

Pois bem, com isso, o Aventuras na História separaram 5 curiosidades sobre o cantor:

1. Local de nascimento e nome

O músico nasceu na Cidade de Pedra, centro histórico de Zanzibar, hoje parte Tanzânia, na África. Ele viveu por muito tempo entre a cidade e a Índia, mudando-se definitivamente para a Inglaterra aos 17 anos.

Além disso, seu nome nem sempre foi Freddie Mercury. Seu nome de batismo era Farrokh Bulsara e o apelido que surgiu enquanto estudava em um colégio interno na Índia acabou se tornando seu famoso nome artístico.

VEJA TAMBÉM: Áudios de Anitta sobre Iggy Azalea, Preta Gil, Ludmilla e Simaria vazam na web

2. Mitos do rock

A revista britânica NME explicou que o cantor inspirou diversos mitos, que geravam rumores controversos sobre ele. Por exemplo, já foi dito que groupies eram contratados por Mercury para colocar cocaína em seu ânus. Outro rumor bizarro foi o de que ele tirou a própria costela para que conseguisse fazer sexo oral em si mesmo.

4. Sexualidade

Hoje, Freddie Mercury é reconhecido como um ícone LGBT. Durante sua vida, isso também foi fato: a mídia retratava o cantor ora como gay, ou até mesmo bissexual. Ele mesmo, porém, nunca chegou a falar sobre o assunto com mais clareza, não assumindo sua sexualidade mesmo quando questionado. 

Em uma entrevista, ele já disse: “Sou tão gay quanto um narciso, minha querida!”. Mas em outras reagia de forma crua ao entrevistador. Em 2008, seu companheiro de banda, Brian May, disse: “Eu sei que durante toda a sua vida Fred não achou que ser gay ou não era importante.”

5. Herança

Por mais que fosse uma celebridade, a família de Freddie Mercury queimou a maior parte dos seus bens. Isso aconteceu porque, segundo o site Express.Uk, o vocalista do Queen seguia como filosofia de vida os preceitos do zoroastrismo. Portanto, os itens pessoais do artista não puderam passar por nenhum leilão ou ir para exposições.

A herança em si ficou, em sua maioria, com Mary Austin, conhecida por ter namorado Freddie e por ser considerada o grande amor de sua vida.