Shakira e Jennifer Lopez não foram as primeiras artistas latinas no Super Bowl

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

As cantoras Shakira e Jennifer Lopez fizeram um espetáculo incrível no intervalo do Super Bowl em 2020. 

(FOTO: Reprodução)

Muitas pessoas parabenizaram a dupla, mas, ao contrário do que a maioria pensa, as duas não foram as primeiras latinas a realizar um show no evento.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

O show no Super Bowl contou com diversos nomes como Michael Jackson, Madonna,  The Rolling Stones e U2 também mostraram ao mundo sua preparação.

VEJA MAIS: Site expõe dossiê sobre supostas traições de Nego do Borel; confira!

Shakira disse que seu show estava sendo feito há uma década. “Quero agradecer à Colômbia por me dar o mapalé, o champeta, a salsa e os ritmos afro-caribenhos que me permitiram criar o programa do intervalo do Super Bowl com o qual sonhei há mais de uma década”, ela escreveu em rede social. 

O show de 2020 era inteiramente latino, além das apresentações de Shakira e Jennifer Lopez, duas estrelas do reggaeton também se juntaram ao espetáculo: J Balvin e Bad Bunny.

Apesar da dupla brilhar no show, elas não foram as primeiras latinas a se apresentar no intervalo do Super Bowl. A cantora Gloria Estefan foi a atração principal do intervalo de 1992.

Na época, os atletas olímpicos prestaram homenagem aos Jogos Olímpicos de Inverno de 1992. Gloria também voltou ao palco em 1999 ao lado de Stevie Wonder.

Gloria Estefan (FOTO: Reprodução)
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio