Shows de Taylor Swift no Brasil completariam um ano hoje

Publicado em 18/7/2021
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Dia 18 de julho é uma data triste para os swifties brasileiros. Há exatamente um ano, Taylor Swift estaria lotando o Allianz Parque, em São Paulo, com os shows da “Lover Fest”, em divulgação do álbum “Lover”. No entanto, a cantora cancelou a maratona de shows no mundo todo por conta da pandemia de Covid-19.

Esta seria a primeira vinda da cantora para shows em território nacional. As vendas esgotaram em questão de horas e Taylor teve que abrir uma data extra para apresentação, que aconteceria no dia seguinte, 19 de julho de 2020.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Em um primeiro momento, a turnê havia sido adiada, porém a cantora norte-americana optou por cancelar oficialmente a maratona de shows. 

Neste domingo, o assunto repercutiu entre fãs de Taylor:

E o dinheiro dos fãs?

A Tickets for Fun, empresa responsável pelos shows de Taylor Swift no Brasil, não fez o reembolso do dinheiro. Pautados pela legislação brasileira, a produtora reverteu a quantia paga em créditos para serem utilizados em eventos futuros. Porém, os fãs se revoltaram, visto que o valor não inclui a taxa de conveniência.

Forbes enaltece o poder de Taylor Swift em vendas

Taylor Swift segue mostrando que é um verdadeiro monstro em vendas. Na era do streaming, a cantora conseguiu emplacar 3 discos entre os 10 títulos mais vendidos do ano, nos Estados Unidos: “folklore”, “evermore” e a regravação de “Fearless”. O sucesso da loirinha chamou atenção da Forbes, que fez questão de enaltecer seu poder.

Recentemente, a Bilboard divulgou o ranking de álbuns mais vendidos do primeiro semestre do ano. Na liderança está o “evermore”, de Swift, que já vendeu 374.000 cópias entre os formatos digital e físico. Este também é o único disco da lista a ultrapassar 300.000 cópias vendidas.

Taylor também aparece em terceiro lugar com seu mais recente lançamento, “Fearless (Taylor’s Version), a versão regravada de seu segundo álbum de estúdio, “Fearless”. A regravação vendeu 237.000 cópias.

Além disso, o aclamado “folklore”, que rendeu a Swift seu terceiro Grammy de Álbum do Ano, aparece na 6ª posição, com 153.000 cópias.

Sobre o desempenho de Taylor Swift, a Forbes ressalta: “Não é comum que um único artista reivindique dois dos lançamentos mais vendidos em um determinado ano, e um trio de vendas massivas é quase inédito”.

“As vendas de álbuns hoje em dia não são mais o que costumavam ser, mas Taylor Swift é um dos poucos nomes restantes na indústria da música que ainda pode convencer centenas de milhares de seus seguidores mais leais a gastar seu dinheiro para realmente possuir uma cópia de seu lançamento mais recente, seja em formato digital ou físico”. Isso que é poder!

Confira a lista completa de álbuns mais vendidos:

  1. Taylor Swift, Evermore (374,000)
  2. Morgan Wallen, Dangerous: The Double Album (241,000)
  3. Taylor Swift, Fearless (Taylor’s Version) (237,000)
  4. Carrie Underwood, My Savior (211,000)
  5. Harry Styles, Fine Line (162,000)
  6. Taylor Swift, Folklore (153,000)
  7. Olivia Rodrigo, Sour (146,000)
  8. BTS, Be (128,000)
  9. Foo Fighters, Medicine at Midnight (126,000)
  10. Billie Eilish, When We All Fall Asleep, Where Do We Go? (118,000)

Taylor Swift iguala marca de Ariana Grande no Spotify

O disco Red de Taylor Swift acaba de ultrapassar a marca de 2 bilhões de execuções no Spotify. Agora, a cantora de 31 anos se iguala à Ariana Grande como as únicas mulheres com 5 álbuns com 2 bilhões de plays na plataforma digital.

Antes de Red, os discos de Taylor que conseguiram alcançar a marca foram: folklore, Lover, 1989 e reputation. Já os álbuns de Ariana Grande a baterem a marca são My Everything, Dangerous Woman, Sweetener, thank u, next e o recentemente lançado positions. A expectativa é que o cenário da disputa fique ainda mais acirrado com os relançamentos de álbuns de Taylor Swift, podendo aumentar exponencialmente a audiência da loira nas plataformas digitais.

Taylor Swift anuncia relançamento de Red com 30 músicas

Ao contrário do que alguns fãs esperavam, Taylor Swift anunciou que o próximo álbum regravado que lançará será o “Red” e não como o 1989 como muitos desconfiavam. Confira abaixo a mensagem da cantora publicada em seu Instagram nesta sexta (dia 18).

“Sempre disse que o mundo é um lugar diferente para quem está com o coração partido. Ele se move em um eixo diferente, em uma velocidade diferente. O tempo salta para trás e para a frente fugazmente. O coração partido pode passar por milhares de microemoções por dia tentando descobrir como passar por isso sem pegar o telefone para ouvir aquela velha voz familiar. Na terra do coração partido, momentos de força, independência e rebelião despreocupada são intrinsecamente entrelaçados com tristeza, vulnerabilidade paralisante e desesperança. Imaginar seu futuro pode sempre levá-lo a um desvio de volta ao passado. E tudo isso para dizer que o próximo álbum que estarei lançando é a minha versão do Red“, declara Taylor Swift.

VEJA MAIS: RICA! Luísa Sonza revela que novo clipe custou R$ 1 milhão

Musicalmente e liricamente, Red parecia uma pessoa com o coração partido. Estava em todo lugar, um mosaico fragmentado de sentimentos que de alguma forma todos se encaixaram no final. Feliz, livre, confuso, solitário, devastado, eufórico, selvagem e torturado por memórias do passado. Como experimentar peças de uma nova vida, entrei no estúdio e experimentei diferentes sons e colaboradores. E não tenho certeza se foi derramar meus pensamentos neste álbum, ouvir milhares de suas vozes cantando as letras de volta para mim em solidariedade apaixonada, ou se foi simplesmente o tempo, mas algo foi curado ao longo do caminho.

Às vezes você precisa conversar sobre isso (indefinidamente) para que realmente … acabe. Como seu amigo que liga para você no meio da noite falando sem parar sobre o ex deles, eu simplesmente não conseguia parar de escrever. Esta será a primeira vez que você ouvirá todas as 30 músicas que deveriam ir para o Red. E ei, uma delas tem até dez minutos de duração”.

Red (versão de Taylor Swift) será lançado em 19 de novembro.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio