Sia
A cantora australiana Sia (FOTO: Reprodução)

A cantora australiana Sia, de 44 anos, resolveu abrir o jogo e falar sobre sua batalha contra um transtorno pós-traumático (PTSD).

A famosa que iniciou sua carreira na indústria musical no fim dos anos 90, alcançou verdadeiramente o estrelato com colaborações bem sucedidas como “Titanium”, ao lado de David Guetta, e por causa do seu álbum número 1 nas paradas “1000 Forms Of Fear”, lançado em 2015.

Em entrevista para Zane Lowe, na Apple Music, a cantora do hit Chandelier insistiu que se tornar famosa “deveria ser considerada uma categoria traumática” e que isso contribuiu para seu diagnóstico de transtorno pós traumático.

“Eu tive muitas ideias suicidas nos últimos três anos e meio. Eu não conseguia sair da cama. Depois de um tempo, fui diagnosticada com transtorno pós-traumático complexo e não com bipolaridade”, contou Sia.

VEJA TAMBÉM: Vídeos sensuais de Anitta são publicados em site pornô

A estrela ainda prosseguiu explicando a doença. “Então eu pensei que estava convivendo com a bipolaridade e, na verdade, fui diagnosticada corretamente tendo transtorno pós-traumático a partir de várias coisas da infância e seu desenvolvimento, e também de vários traumas quando adulta”.

Sia também confessou que acreditava que a fama iria consertar todos os erros de sua vida, mas que acabou se decepcionando. “Quando cheguei a um nível mais avançado da fama, percebi que não era esse o caso. E era incrivelmente decepcionante. À medida que me tornava mais famosa, percebi que isso não era para mim e que havia eu cometido um grande erro”.

No ano passado, a australiana adotou dois jovens de 18 anos e viveu um período conturbado ao sofrer um colapso nervoso. Ela relata durante a entrevista, que passou a usar uma peruca cobrindo o seu rosto, para que as pessoas soubessem que ela não queria ser famosa, e que o público respeitou a sua mensagem.

Agora, a estrela de Cheap Thrills revela que trabalhou o seu transtorno pós-traumático durante os últimos 3 anos, e que se encontra pronta para novos desafios. Nesta quarta-feira (1), ela revelou o título de seu novo álbum, “Reasonable Woman”, sem data prevista para lançamento.