britney spears
A cantora norte-americana Britney Spears (FOTO: Reprodução)

Documentos jurídicos de Britney Spears afirmam que ela não tem interesse em voltar a se apresentar por enquanto. Enquanto isso, a estrela pede ao tribunal que rejeite a escolha de seu pai, Jamie Spears, para co-conservador em sua tutela.

Em novos registros obtidos pelo TMZ, a cantora se opôs às tentativas de seu pai de trazer de volta Andrew Wallet como co-conservador, cargo que ocupou de 2008–2019.

Os documentos apenas dizem que a voz de ‘Piece Of Me’ não quer se apresentar por enquanto, mas não diz se ela tem alguma previsão para voltar aos palcos.

VEJA TAMBÉM: Em entrevista, advogado de Britney Spears desmente pai da cantora sobre tutela

Sob justiça, ela afirma que precisará se preocupar mais com suas despesas sem esse fluxo de caixa e que está ciente que terá que fazer difíceis escolhas orçamentárias daqui para frente.

A cantora teme que seu pai esteja ignorando suas necessidades econômicas, afirmando que Wallet era “excepcionalmente inadequado” para administrar suas propriedades, função pela qual ele ganhou milhões de dólares ao longo dos anos.

Britney diz que ele estava ganhando quase meio milhão de dólares por ano em seus últimos cinco anos no cargo e também recebeu um pagamento de 100.000 doláres depois de renunciar ao cargo em março de 2019.

Além disso, há um impasse entre os pais da cantora. Sua mãe, Lynne Spears “quer um plano de cuidados estabelecido para fazer uma transição da vida pessoal de Britney fora da tutela”, mas Jamie acha que sua filha precisará de monitoramento de longo prazo e não está sã o suficiente para sair da tutela.

Britney e seu pai Jamie Spears (FOTO: Reprodução)
Britney e seu pai Jamie Spears (FOTO: Reprodução)