Sobrinha de Michael Jackson é esfaqueada após suposto caso de racismo: “Sua negra de m…”

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Uma das sobrinhas de Michael Jackson, Yasmine Jackson utilizou suas redes sociais para fazer uma delicada denúncia. A jovem acusa uma vizinha de tê-la esfaqueado por causa de preconceito racial. Yasmine Jackson, porém, optou por não revelar o nome da agressora.

A sobrinha de “Rei da Música Pop”, que mora nos Estados Unidos, afirmou que não houve nenhuma outra razão para que o crime ocorresse. De acordo com ela, a vizinha teria lhe desferido a facada apenas por ela “ser preta”: “Fui esfaqueada bem na frente da minha casa, porque eu sou preta. Uma mulher me perseguiu e começou a me esfaquear”, compartilhou Yasmine.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Yasmine revelou desejar que a mulher responda criminalmente pela atitude: “Ela precisa responder não apenas por tentativa de assassinato, mas também por crime de ódio. testemunhas viram ela se referir de maneira pejorativa a mim. Esse ferimento aqui, ela enfiou a faca na minha perna e girou. Ela olhou no fundo dos meus olhos e disse “sua negra de m…”.

Policiais que chegaram a ser acionados prenderam a suposta agressora. Yasmine foi socorrida, mas afirmou temer ficar sozinha em casa. Yasmine, vale lembrar, é filha de Joh’Vonnie Jackson, que é fruto de uma relação extraconjugal de Joe Jackson, pai de Michael, na década de 70.

VEJA TAMBÉM: Katy Perry diz que filha mostrou dedo do meio em ultrassom: “Essa é a minha garota”

Atuando como enfermeira, Yasmine Jackson faz a denúncia num momento onde os Estados Unidos estão atravessando uma onda de protestos anti-racistas após a morte de George Floyd, um cidadão negro assassinado por um policial branco. Diversos saques foram feitos no final de semana, assim como confrontos entre policiais e manifestantes.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio