anitta
(FOTO: Reprodução)

Numa tacada só Anitta lançou os três clipes do seu mais novo EP que divulgou na madrugada desta sexta-feira (dia 9). O EP chamado “Solo” diferencia-se do projeto “Check Mate” do ano passado por apresentar um voo solo da cantora: são três músicas inéditas da cantora sem fazer parceria com outro artista. Confira curiosidades sobre os três novos clipe da cantora:

“Veneno”

Numa votação “Veneno” foi “vencida” por “Medicina” como o primeiro single desta nova fase da cantora. Mas no EP “Solo” destaque-se como a faixa mais radiofônica do projeto. Com uma fotografia escura e com diversos tons de nude e amarelo, o vídeo esteticamente é o mais bem realizado na carreira de Anitta (do ponto de vista de criação de cena). Um dos destaques são as sequências onde a cantora aparece seminua enrolada em diversas serpentes. Segundo o POPline ao todo 28 animais de diferentes espécies foram usadas na gravação do clipe.

“No fim, elas e Anitta já eram melhores amigas (risos). Foi bem bonito ver a conexão dela com as serpentes. Isso acabou gerando algumas imagens que são impossíveis de planejar ou de fazer mais de uma vez”, revela o diretor do videoclipe João Papa. Uma das referências usadas pela equipe criativa foi a dançarina brasileira foi Luz Del Fuego, famosa por suas apresentações usando serpentes.

VEJA TAMBÉM: Tiros são disparados próximos a set de filmagens de novo clipe de Nicki Minaj e Kanye West

A pele da cantora inclusive passou por um tratamento especial. O artista Siva Rama Terra desenvolveu uma técnica para deixar a pele de Anitta com escamas como as de um réptil. Foram três experiências estéticas para chegar ao resultado final e com três horas de aplicação no dia da gravação.

“Não Perco Meu Tempo”

Para a segunda faixa do EP, Anitta preparou um clipe inspirado numa performance da prestigiada artista sérvia Marina Abramovic. No vídeo, Anitta beija 24 pessoas de diferentes etnias, gêneros, idades e biotipos e acaba terminando sozinha. “Foi uma experiência diferente de tudo que já fiz. Fiquei hesitante no início, mas depois ficou mais tranquilo. Todos que participaram cooperaram muito. É claro que foi algo inédito para mim, mas aquela ali não é a Larissa, é como se fosse uma personagem”, revelou a cantora.

O briefing que recebi da Anitta dizia que ela queria um clipe moderno, com movimento circular e muitos beijos. Pensamos em uma sala de concreto, sem portas ou janelas e que passasse uma frieza emocional” contou o diretor João Papa.

Para as filmagens, o realizador utilizou um robô criado no Brasil e único no mundo que reproduz perfeitamente os mesmos movimentos de uma câmera. A tecnologia foi a responsável por deixar o vídeo com cara de ter sido filmado em plano sequência (sem cortes) mesmo quando aparecem outras duas versões de Anittas.

“Goals”

“Goals” que finaliza o EP ganhou um clipe com um conceito mais trivial onde um chroma key simula uma noite estrelada e cuja técnica para reprodução foi a mais difícil na carreira do diretor, segundo suas palavras. A faixa é uma produção do prestigiado Pharrell Williams que já trabalhou com nomes como Britney Spears, Beyoncé e Ariana Grande.

É uma letra linda, me apaixonei no momento que ouvi e me inspirei nela para ter a ideia do clipe. Quis fazer algo que tivesse um grande efeito visual, com muitas luzes e estrelas. É um vídeo extremamente lindo e, ao mesmo tempo, simples. É um dos trabalhos mais bonitos que já fiz”, se orgulha a artista. “Essa música foi uma joia rara me presenteada por Pharrell quando nos conhecemos em Las Vegas”, revela Anitta, “me apaixonei desde o primeiro acorde e aí começou toda a ideia do EP”.