adam levine maroon 5 super bowl
(FOTO: Reprodução)

A banda Maroon 5 se apresentou neste domingo (dia 3), no intervalo da 53ª edição do SuperBowl ocorrida em Atlanta, nos Estados Unidos.

O grupo liderado pelo vocalista Adam Levine tocou vários hits destes 18 anos de carreira como “Harder to Breathe”, “This Love, “Girls Like You” e “She Will Be Loved”. A apresentação também contou com as participações de Travis Scott, que apresentou o hit “Sicko Mode”, Big Boi e inclusive de um trecho do desenho animado Bob Esponja.

Contudo a performance da banda foi alvo de inúmeras criticas negativas, e vem considerada por especialistas como mais fraca da história do evento. O vídeo disponibilizado no canal oficial do NFL no YouTube, inclusive, vem recebendo um altíssimo número de dislikes (já ultrapassou 250 mil) e também inúmeros comentários negativos direcionados ao grupo. Jornalistas também vem malhando a apresentação em diversos veículos especializados nos Estados Unidos.

Adam Levine mostrou seus mamilos para o mundo, o que okay, tudo bem, mas são dois pesos considerando o fato que todo mundo surtou quando Janet Jackson mostrou seu mamilo durante o show de intervalo”, publicou a revista Cosmopolitan se referindo ao show do intervalo do evento no ano de 2004. A jornalista Vivian Ho, do jornal The Guardian e da revista Marie Claire, perguntou: “como Adam Levine pode mostrar seus mamilos e Janet Jackson não?”.

O blog feminista Reappropriate também abordou o assunto: “Desculpa, mas Adam Levine deveria receber a mesma dor que Janet Jackson por mostrar seus mamilos descobertos. Mais especificamente, isso deveria provar o quão absurda, hipócrita, racista e sexista foi aquela histeria puritana com os peitos de Janet”. A atriz Trace Lysette seguiu a mesma linha: “Janet Jackson deveria ser convidada para cantar no Super Bowl no ano que vem e seus peitos deveriam ser celebrados da mesma maneira que os de Adam Levine nesta noite”.

A repercussão negativa tem relação com o banimento do jogador Colin Kaepernick da liga esportiva após o atleta protestar contra a violência policial endossada pelas autoridades estadunidenses. Fortes nomes femininos da indústria musical se recusaram a se apresentar no evento e o rapper Jay-Z teria aconselhado, sem sucesso, o rapper Travis Scott a não se apresentar com a banda Maroon 5 no evento.

Adam Levine, vocalista do Maroon 5, publicou uma mensagem em seu Instagram, agradecendo os fãs e também aos críticos da performance.

Quando nós aceitamos a responsabilidade de tocar no intervalo do Super Bowl, eu peguei minha caneta e apenas escrevi. Algumas palavras que vieram à mente eventualmente apareceram em lanternas na plateia hoje à noite. Nós agradecemos o universo por esta oportunidade histórica de tocar no maior palco do mundo. Agradecemos nossos fãs por tornarem nosso sonho possível. E agradecemos nossos críticos por nos incentivar a fazer melhor. Um Amor. Perdoe, ria, chore, sorria, compartilhe, viva, permaneça, aceite, lembre, ilumine, preserve, inspire, lute, expresse, dê, receba, eleve, escale, unifique, fortifique, dance, sonhe, eduque, forneça, respire, expire, persevere, fique de pé, se ajoelhe, supere, ame, ouça”, escreveu o músico.