Suposto plágio feito por Taylor Swift deve ser levado a julgamento

Cantora está sendo acusada de plágio

Publicado em 29/09/2021 11:54
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A longa batalha legal sobre ‘Shake It Off’ de Taylor Swift ainda pode terminar diante de um júri, com o juiz que supervisiona o caso aparentemente ainda não persuadido a encerrar o caso por uma questão de lei.

Sean Hall e Nathan Butler reconhecem que o hit de Swift em 2014 é extremamente semelhante a uma música que eles escreveram em 2001 chamada ‘Playas Gon Play’. A música deles continha a letra: “As playas gon play / os odiadores vão odiar”. Em seu hit, Swift canta: “os jogadores vão jogar, jogar, jogar, jogar, jogar / E os odiadores vão odiar, odiar, odiar, odiar, odiar”.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Em 2018, Fitzgerald rejeitou a reclamação legal de Hall e Butler, concluindo que suas letras de 2001 sobre tocar ‘playas’ e ódio de ‘haters’ eram “banais demais” para desfrutar de proteção de direitos autorais de forma isolada, o que significava que Taylor Swift não havia infringido nenhum direito autoral com ela muito semelhante letra da música.

Hall e Butler então levaram seu caso ao tribunal de apelações do Nono Circuito, onde os juízes de apelação criticaram o juiz de primeira instância por chegar a uma conclusão tão rápida sobre a importante questão.

Isso significava que a coisa toda voltou para a corte de Fitzgerald. Ansioso para ver o processo rejeitado pela segunda vez, os advogados de Taylow Swift no ano passado argumentou que – porque as letras semelhantes nas duas canções não são idênticas – o que eles realmente compartilham é uma ideia, não uma expressão. E os direitos autorais protegem apenas as expressões de ideias, não as ideias em si.

De acordo com a Lei 360, em uma audiência nesta semana, Fitzgerald disse que achava que os argumentos do lado do Swift eram “muito fortes”, mas, ao mesmo tempo, não mudou muito desde que o Nono Circuito considerou o caso e os juízes de apelação – de claro – foram críticos de sua decisão original.

Com novo “Wildest Dreams”, Taylor Swift estende o próprio recorde na Billboard

O poder da loirinha! Nesta semana, Taylor Swift conseguiu emplacar mais uma música na Billboard Hot 100. “Wildest Dreams (Taylor’s Version)”, regravação do single lançado em 2014, estreou em 37º lugar no ranking. Foram 8,7 milhões de streams e 13,4 mil downloads na semana de estreia nos Estados Unidos.

Com isso, a cantora de 31 anos estendeu seu recorde de artista feminina com maior número de entradas na parada de singles dos Estados Unidos. Ao longo da carreira, ela já colocou 138 músicas no ranking.

Confira o Top 10 de artistas com mais entradas na Billboard Hot 100:

1. Drake: 258 músicas
2. Glee: 207 músicas
3. Lil Wayne: 177 músicas
4. Taylor Swift: 138 músicas
5. Kanye West: 133 músicas
6. Future: 126 músicas
7. Nicki Minaj / Elvis Presley: 109 músicas
8. Chris Brown: 105 músicas
9. Jay-Z: 103 músicas
10. Justin Bieber: 102 músicas

Além disso, a regravação de “Wildest Dreams” é também a 81ª entrada de Taylor Swift no Top 40 da parada. Com isso, ela empatou com Elvis Presley, que também emplacou 81 músicas no Top 40. Presley e Swift ficam atrás apenas de Lil Wayne (87 músicas) e Drake (143 músicas)

BTS pode quebrar recorde de Taylor Swift na Billboard

BTS pode conquistar mais um recorde em breve – desta vez na parada Digital Song Sales, da Billboard. É que o septeto completou 43 semanas combinadas no topo do ranking e, caso siga em #1 nas próximas atualizações, irá bater a marca de Taylor Swift (44 semanas).

A Digital Song Sales é uma parada semanal que contabiliza as vendas digitais das músicas nos Estados Unidos. O recorde de Swift, assim como o número do BTS, engloba todas as faixas que os artistas já lançaram.

Confira o Top 5:

1. Taylor Swift: 44 semanas
2. BTS: 43 semanas
3. Rihanna: 40 semanas
4. Katy Perry: 37 semanas
5. Justin Bieber: 33 semanas

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio