thiaguinho
O pagodeiro Thiaguinho (FOTO: Reprodução)

No dia 15 de outubro a ‘Tardezinha’ vai virar série original no Globoplay e ganhar um novo álbum nos aplicativos de música. Idealizado por Thiaguinho e Rafael Zulu, o projeto musical intitulado “Tardezinha” vai contar com quatro episódios na plataforma mostrando desde os bastidores da concepção até o grandioso show no Maracanã, que marcou o encerramento dessa jornada, com ingressos esgotados e mais de 40 mil pessoas presentes. Na mesma data, a Som Livre lança o álbum “Tardezinha no Maraca”, com 20 faixas. A Tardezinha durou quatro anos e meio e promoveu grandes encontros entre Thiaguinho e diversos nomes da música brasileira em shows com clássicos do samba e do pagode da década de 90 e dos anos 2000.

Minha expectativa é gigante, do tamanho do Maracanã. Estou muito feliz com o resultado. Acho que o álbum e o audiovisual vêm para contemplar esse projeto incrível que foi a “Tardezinha”, com o qual a gente rodou o Brasil todo, levando e colhendo muita alegria do povo através do samba. Cantando músicas que fazem parte da minha vida, do meu crescimento, das minhas influências e, consequentemente, do povo também. E gravar no Maracanã meu Deus do céu! Eu, que eu sou um amante da música, antes de gravar fiquei pensando nos artistas que já passaram por lá. Desde Frank Sinatra à Ivete Sangalo, artistas que são referências não só para mim, mas pra quem quer viver de música. Pisar nesse templo sagrado do nosso país pra fazer música foi algo que mexeu muito comigo. Estou muito feliz que isso foi gravado, eternizado, e feliz com o Globoplay, que chancela esse projeto. Não vejo a hora de as pessoas assistirem e curtirem“, celebra Thiaguinho.

VEJA TAMBÉM: Herdeira da mansão de Freddie Mercury trabalhou como vendedora em loja de roupas

Sobre a Som Livre
Sempre em busca de novos talentos e de portas abertas para diferentes vertentes musicais, há mais de 50 anos a Som Livre é responsável por apostar e lançar diversos nomes de sucesso no mercado. Hoje a Som Livre é muito mais do que uma gravadora, é a maior empresa nacional produtora de conteúdo e marketing musical.

Seja qual for a plataforma de lançamento, a Som Livre se faz presente como a trilha sonora de momentos especiais, refletindo assim as preferências e hábitos do público brasileiro. Durante sua história, a Som Livre lançou nomes importantes da música no país, como Djavan, Barão Vermelho, Cazuza e atualmente possui os maiores nomes da música nacional. Na linha de shows, a empresa é detentora de grandes festivais e eventos, como Festeja, Samba Demais, Destino Música e Arena Pop, além de assinar projetos para outras marcas, como o Glacial Fest, da Heineken.

No time de sertanejo e forró da Som Livre estão nomes como Marília Mendonça, Jorge & Mateus, Maiara & Maraisa, Wesley Safadão, Michel Teló, Zé Neto & Cristiano, César Menotti & Fabiano, Mano Walter, Xand Avião e Raí Saia Rodada. O samba e o pagode são estrelados por nomes como Thiaguinho, Alexandre Pires, Raça Negra, Tiee e o grupo Menos É Mais. A MPB é representada por Ney Matogrosso, Novos Baianos, Erasmo Carlos, João Bosco e no selo slap estão artistas como Maria Gadú, Marcelo Jeneci, Céu e Scalene. O pop e o funk trazem os fenômenos Lexa, Kevin O Chris, MC Kekel e a dupla Carol & Vitoria, enquanto o cast de rap carrega artistas como Edi Rock, Haikaiss e Filipe Ret. O selo austro de música eletrônica é formado por Bhaskar, Mojjo, Ralk e Samhara. E Ton Carfi, Davi Sacer e Clovis Pinho representam o gospel da Som Livre.

Som Livre, há mais de 50 anos a trilha sonora da sua vida.