Tati Zaqui
A funkeira paulista Tati Zaqui (FOTO: Reprodução)

O início dessa semana foi conturbado para Tati Zaqui, isso porque alguns tuítes antigos da funkeira foram levantados, expondo diversas ‘piadas’ racistas e ataques contra celebridades.

Contudo, em uma nota enviada para nosso site, a cantora se retratou alegando que muitas pessoas tinham sua senha na época:

Entrei no twitter em 2011, ano em que eu nem sonhava em me tornar Tati Zaqui.

Tudo na minha vida aconteceu de forma inesperada. Até 2015, quando Parara Tibum viralizou, meu perfil teve diversos nomes, @caradebrocolis foi apenas um deles. Naquela época, era tudo muito diferente. Muitas pessoas tinham a senha e era uma conta “quase” comunitária entre amigos.

Em 2018, quando a DMusic assumiu a gestão da minha carreira, todos os perfis fakes foram unificados a conta @tatizaqui e, como não tínhamos noção do que isso acarretaria, decidimos apagar todas postagens anteriores, mensagens minhas e todas que poderiam ter vindo junto nessa ação.

Bem, para a minha profunda tristeza, ontem (26) tive a triste notícia de que todas as publicações retornaram, mensagens extremamente ofensivas e que depreciam, acima de tudo, a pessoa que sou. Mesmo não sendo a autora, me senti envergonhada e confesso: jamais imaginei passar por isso. Logo eu! Me desculpem. Tomei a decisão de apagar a antiga conta e criar um novo perfil.”

VEJA TAMBÉM: As fotos secretas do último aniversário de Freddie Mercury antes da morte

Entenda o caso:

As postagens foram feitas entre 2011 e 2013, quando a funkeira tinha por volta dos 19 anos.

Além de comentários de cunho racista, a famosa também ofendeu diversos artistas como Beyoncé, Lady Gaga, Katy Perry, Manu Gavassi, Selena Gomez e Demi Lovato. Apesar de ter excluído sua conta no Twitter, a artista continua ativa em outras redes sociais, como o Instagram.

Os prints foram feitos pelo usuário teenaghost antes da cantora deletar a conta.