Taylor Swift confirma parcerias com Ed Sheeran e Phoebe Bridgers

Cantora liberou a tracklist da nova versão de seu quarto álbum de estúdio

Publicado em 6/8/2021
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Taylor Swift recentemente compartilhou um quebra-cabeça em sua conta oficial do Twitter para seus fãs resolverem e descobrirem os nomes das faixas bônus de “Red (Taylor’s Version). Agora, a cantora confirmou não apenas os títulos mas também a colaboração com Ed Sheeran, Phoebe Bridgers, Chris Stapleton e Mark Foster (líder do Foster the People).

Ela começou seu jogo com um vídeo que mostrava inúmeras palavras embaralhadas fluindo pela tela. Após seus fãs decifrarem o enigma, a cantora divulgou oficialmente a tracklist da regravação de seu 4º álbum de estúdio.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Além das músicas lançadas no álbum “Red”, a cantora acrescentou:

  1. Ronan
  2. Better Man
  3. Nothing New ft. Phoebe Bridgers
  4. Babe
  5. Message In A Bottle
  6. I Bet You Think About Me ft. Chris Stapleton
  7. Forever Winter
  8. Run ft. Ed Sheeran
  9. The Very First Night
  10. All Too Well (Versão de 10 minutos)
(Foto: Reprodução)

“Sei que alguns de vocês pensaram que seria como tentar resolver uma palavra cruzada e perceber que não há resposta certa, MAS… jogaram bem e certo. Parabéns amigos, vocês adivinharam os títulos corretos e os artistas de Red (Taylor’s Version). As faixas do cofre vão contar com Chris StapletonMark FosterPhoebe Bridgers, e a primeira música que eu e Ed Sheeran escrevemos juntos quando nos conhecemos em 2012. Não consigo expressar minha gratidão o suficiente e estes artistas por terem me ajudado a trazer estas músicas para a vida. Mal posso esperar até podermos tirar o pó das nossas maiores esperanças e reviver estas memórias juntos”, disse Taylor nas redes sociais.

Taylor Swift elogia Simone Biles: ‘Todos aprendemos com você’

Taylor Swift prestou homenagem à ginasta olímpica Simone Biles, e em seguida elas trocaram mensagens no Twitter. A troca começou com um comercial da NBC promovendo as finais dos Jogos Olímpicos de Tóquio, com a famosa cantora dando seu apoio à atleta olímpica de 24 anos depois que ela temporariamente se retirou da competição para tratar de sua saúde mental.

No comercial, a cantora narrou sobre a resiliência de Biles em meio aos tempos intensos: “O que queremos de nossos heróis?’ Swift disse. ‘O que esperamos deles? O que precisamos deles? O que acontece quando eles nos surpreendem? Quando você tem a atenção do mundo, tudo o que você faz assume um significado maior.”‘

Ela continuou: ‘”Pode ser um fardo pesado. Pode ser uma chance de mudar tudo. Ao longo da última semana, sua voz foi tão significativa quanto seus talentos, sua honestidade tão bela quanto a perfeição que há muito era sua assinatura. Mas você não vê? Ela é perfeitamente humana, e é isso que torna tão fácil chamá-la de heroína”.

Biles então citou o tuíte de Taylor Swift, e disse: “‘Estou chorando, como é especial. Eu te amo @ taylorswift13.”

A loira então respondeu: “Eu chorei assistindo VOCÊ. Eu me sinto muito sortuda por ter visto você todos esses anos, mas esta semana foi uma lição de inteligência emocional e resiliência. Todos nós aprendemos com você. Obrigada.”

Taylor Swift envia carta à irlandesas que ficaram presas no mar

Taylor Swift enviou uma carta e uma pintura para duas irlandeses, que praticam o esporte aquático paddleboarding,  depois que elas se perderam no Oceano Atlântico por 15 horas.

Como relata o Independent.ie, as primas Ellen Glynn e Sara Feeney tiveram suas pranchas infláveis ​​arrastadas para o mar por um vento forte em uma noite de agosto do ano passado. As duas foram encontradas por dois pescadores agarradas a uma boia, a 4 km da ilha de Inisheer e a 27 km de onde iniciaram o stand-up paddleboarding na praia do Furbo.

Conforme explicado no novo documentário de rádio da RTÉ, Miracle in Galway Bay, Glynn disse que a dupla cantou canções de Taylor Swift para mantê-las vivas. Em particular, Glynn cantou repetidamente ‘Exile’, gravada para o álbum ‘Folklore’ de Swift em 2020.

“Eu diria que no início Sara achou que eu estava louca, mas então ela começou a cantar junto e foi assim que nos distraímos”, disse Glynn. Glynn também disse que Swift ouviu falar sobre a história e enviou-lhe uma carta explicando como ela se emocionou com a situação.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio