Taylor Swift
A cantora norte-americana Taylor Swift (FOTO: Reprodução)

Mais um capítulo para a novela dos stalkers de Taylor Swift. Um fã obcecado pela cantora acabou sendo preso pela segunda vez em menos de um ano ao tentar invadir o apartamento dela em Nova York. De acordo com informações do site “TMZ”, o rapaz chamado Roger Alvarado chegou a subir no telhado do edifício e tentou invadir a residência arrombando uma das portas.

O sistema de segurança então disparou o alarme e policiais de Nova York conseguiram deter Alvarado poucos minutos depois da invasão, por volta das 2 da manhã de hoje. Taylor Swift não estava em casa durante o incidente.

Vale lembrar que no ano passado, Alvarado já havia sido preso depois de invadir e passar quase uma hora dentro do mesmo apartamento de Taylor Swift. Um fato que foi bastante comentado nas redes sociais na época é que o invasor chegou a tomar um banho na residência da cantora antes da polícia de Nova York chegar no local.

VEJA TAMBÉM: Após ameaças de morte, Taylor Swift usa tecnologia de reconhecimento facial em show

No mês de dezembro, Alvarado chegou a ser condenado a seis meses de prisão, mas ainda não tinha se apresentado formalmente à polícia para dar início a sua sentença. Agora, o invasor terá que passar por todo o processo criminal novamente, sendo provável que agora ele receba uma pena ainda maior. Numa matéria recente para a revista “Elle”, a cantora comentou sobre seus problemas com stalkers, afirmando que “seu maior medo” é ter contato direto com eles.

Taylor Swift revela que sua mãe enfrenta o câncer novamente

A cantora norte-americana Taylor Swift revelou para a revista “Elle”, que sua mãe está lutando novamente contra um câncer. A artista também comentou outras questões delicadas como auto-aceitação e o seu medo de stalkers numa matéria intitulada “30 coisas que eu aprendi antes dos 30 anos”.

Taylor Swift completará 30 anos em dezembro e desde 2016 tinha revelado o diagnóstico de sua mãe, Andrea. Nos últimos anos, a doença acabou entrando em remissão porém mais recentemente, um novo tumor foi descoberto e o tratamento recomeçou.

“Meus dois pais tiveram câncer, e minha mãe está no meio da batalha novamente”, escreveu a cantora na matéria. “Isso me ensinou que há problemas reais, e há tudo o mais. O câncer da minha mãe é um problema real”. Os problemas de saúde de Andrea acabaram deixando Swift mais focada em sua família. “Eu preciso dar toda a minha preocupação, stress e orações para os problemas reais“, explicou.

VEJA TAMBÉM: Ex-marido de Anitta acusa o pai da cantora de não tê-la apoiado durante a depressão

Em relação às demais “30 lições” aprendidas por Swift, a cantora compartilhou alguns conselhos como: “Não odeie cada pedacinho de gordura em seu corpo” e “às vezes, para desarmar o bullying mesquinho de alguém, você só precisa ter senso de humor”.

Ao fim da matéria, Taylor Swift citou aquele que é considerado o “seu maior medo”. “Sites e tabloides publicaram em suas páginas os endereços de todas as casas em que eu já morei. Se você lida com stalkers com certa frequência, você começa a estar preparada para o pior o tempo todo”, escreveu a cantora que nos últimos anos chegou a receber diversas ameaças de stalkers com um deles inclusive invadindo sua casa.

“Todos os dias, para combater este sentimento de medo, eu tento me lembrar das coisas boas no mundo, do amor que eu testemunhei, e da fé que eu tenho na humanidade”, acrescentou a cantora.