Taylor Swift toma atitude surpreendente após briga milionária com empresário

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Taylor Swift compartilhou no Twitter um cover de “Look What You Made Me Do” que tocou na série “Killing Eve”. Ela disse que estava “muito empolgada” com a nova versão da música. Mas a verdade é que a faixa tem produção de Nils Sjoberg  seu conhecido pseudônimo. Tudo não passa de uma estratégia para driblar Scooter Braun e a Big Machine Records.

Ouça o cover:

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

VEJA TAMBÉM: Katy Perry diz que filha mostrou dedo do meio em ultrassom: “Essa é a minha garota”

Entenda: a Big Machine Records lucra com as gravações originais de Taylor Swift até o álbum “reputation”. Caso a música, na voz dela, tocasse na série “Killing EVe”, a gravadora e o empresário Scooter Braun ganhariam em cima disso. Taylor que não é boba, colocou outra pessoa pra gravar a música.

Está outra pessoa possivelmente seja seu irmão, Austin Swift. O cover é creditado a uma banda chamada Jack Leopards and The Dolphin Club, mas essa banda não existe. Não tem nenhuma outra música lançada. De acordo com a revista NME, fãs da cantora lembraram que a conta de Austin no Twitter já foi nomeada The Dolphin Club uma época.

Resumo da história: Taylor Swift regravou “Look What You Made Me Do” na voz do irmão para que a Big Machine Records não lucre nenhum centavo com a execução na série “Killing Eve”. Quando ela deixou a gravadora, não deixaram que ela comprasse os direitos de seu próprio catálogo. Depois, ações da empresa foram vendidas para Scooter Braun – um inimigo da cantora, que afirma ter sido vítima de bullying por parte dele. Com a venda, o inimigo se tornou proprietário dos direitos das “masters” da Taylor Swift tendo posse das gravações originais.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio