The Weeknd compra mansão luxuosa avaliada em R$ 380 milhões

A propriedade possui 33 mil metros quadrados

Publicado em 20/8/2021
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

O The Weeknd acaba de comprar uma mansão digna de um rei. O cantor de “Can’t Feel My Face”, 31, acaba de gastar R$ 380 milhões em uma verdadeira propriedade luxuosa.

A extensa propriedade fica em 0,6 hectares com vista para o Bel-Air Country Club. A mansão de 33.000 metros quadrados é composta por nove quartos, quadra poliesportiva, spa com sauna, piscina coberta, piscina infinita externa com cascata, cinema, academia e estúdio de música.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Confira algumas fotos da nova mansão de The Weeknd:

(Foto: Reprodução NY Post)
(Foto: Reprodução NY Post)
(Foto: Reprodução NY Post)
(Foto: Reprodução NY Post)
(Foto: Reprodução NY Post)
(Foto: Reprodução NY Post)
(Foto: Reprodução NY Post)
(Foto: Reprodução NY Post)
(Foto: Reprodução NY Post)
(Foto: Reprodução NY Post)
(Foto: Reprodução NY Post)

Com ‘Blinding Lights’, The Weeknd bate Imagine Dragons na Hot 100

Segunda-feira é dia de atualização da Billboard Hot 100, a principal parada de singles dos Estados Unidos. Nesta semana, o ranking é liderado por The Kid LAROI e Justin Bieber, mas nomes como Olivia Rodrigo e The Weeknd também estão entre os destaques.

 “Stay” de The Kid LAROI em parceria com Justin Bieber garantiu sua segunda semana no topo. O hit registrou mais 40,5 milhões de impressões (execuções x audiência) nas rádios, 31,8 milhões de streams, e 12,7 mil downloads.

“Good 4 u”, de Olivia Rodrigo completou sua 11 semana em 2º lugar. Com isso, a cantora novata empatou um recorde da lendária Whitney Houston. O hit de Olivia é faixa que passou mais tempo na vice-liderança, junto de “Exhale (Shoop Shoop)”, de Whitney.

The Weeknd teve a melhor estreia da semana. O single “Take My Breath”, carro-chefe de seu próximo álbum, estreou em 6º lugar. Este é o 13º Top 10 do artista canadense nos Estados Unidos.

Além disso, nesta semana, seu smash hit “Blinding Lights” superou “Radioactive” do Imagine Dragons e agora é a música com maior tempo no Hot 100. O single de The Weeknd acumula 88 semanas na parada.

(Foto: Reprodução/Billboard)

Análise da Billboard Hot 100 mostra principais tendências musicais do ano

Através da análise dos Hit Songs Deconstructed podemos ver quais são as principais tendências da música a partir da observação do ranking da Billboard Hot 100 no 1º semestre de 2021. A parada é um dos charts mais importantes da indústria musical aponta a forma de consumo na atualidade e traz dados sobre os gêneros e artistas preferidos.

A tradição continua a ser passada entre os dois gêneros primários mais populares no Top 10 do Hot 100, Pop e o Hip-Hop. No primeiro semestre de 2021, o Pop estava no topo, com 41% de participação de todos os 10 primeiros em comparação com 34% para o Hip-Hop. O Hip-Hop venceu uma batalha acirrada em 2020 (41% contra 40%), depois que o Pop conquistou 2019 (48% contra 34%) e o Hip-Hop liderou em 2018 (59% contra 24%, com um notável declínio graças, em parte, ao domínio de Drake naquele ano) e 2017 (34% contra 29%).

Ajudando na exibição forte do pop, a “Drivers License” de Olivia Rodrigo liderou o Hot 100 por oito semanas entre os meses de Janeiro a Março.

(FOTO: Reprodução)

Mais recentemente, Silk Sonic de Bruno Mars e Anderson .Paak representou o R&B como gênero principal no topo da Billboard Hot 100 com “Leave the Door Open”, por duas semanas entre os meses de abril e maio. Electropop em declínio Como um subgênero, Electropop/Synthpop recuou drasticamente no escalão superior do Hot 100, de ajudar a moldar 40% de todos os top 10 em 2017 para 33% em 2018, 21% em 2019 e 11% em 2020. Ele subiu um degrau alcançando 12% no primeiro semestre de 2021. Ainda assim, o som é ouvido em duas canções que chegaram ao topo do Top 100 no primeiro semestre deste ano: The Weeknd e Ariana Grande com “Save Your Tears” e “Butter” do BTS.

VEJA TAMBÉM: Jennifer Lopez apaga todos os traços do ex-noivo nas redes sociais

O tema lírico de “amor/relacionamento”, como abordado em “Drivers License” de Olivia Rodrigo, continua sendo o mais popular entre os 10 melhores da lista, aparecendo em 59% de todos os sucessos no primeiro semestre de 2021. O resultado é uma repetição dos seus reinados para todo o ano de 2020 (49%) e 2019 (66%). Além disso, com os meses de distanciamento social, o tema “introspecção” nas letras musicais aumentou de 21% em 2020, para 27% no primeiro semestre de 2021. No entanto, já estava avançando de forma constante, de 16% para 2019, enquanto ele triplica sua participação de 9% em comparação ao ano de 2017.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio