Thiaguinho rompe com gravadora Som Livre: “Quebra de confiança”

O trabalho do cantor com a gravadora existia há anos

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

O cantor Thiaguinho decidiu deixar a gravadora Som Livre. Em nota divulgada nesta quinta-feira (22), a assessoria do cantor alegou “quebra de confiança e desinteresse” por parte da gravadora.

“Para que um artista tenha qualidade em seu trabalho e preserve em primeiro lugar a sua arte, apresentando o melhor dela aos seus fãs, é necessário que a gravadora caminhe no mesmo sentido de interesses. Mas não foi o que aconteceu. A Som Livre caminhou no sentido oposto. Sendo assim, encerrou-se um ciclo visando à proteção do artista e sua arte, que será defendido em todas as esferas, inclusive, se necessário for, pela via judicial”, explicou a equipe de Thiaguinho.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Até o momento, a gravadora ainda não se manifestou sobre o assunto.

Leia o comunicado na íntegra

“Após inúmeras tentativas de diálogo sobre sua carreira artística com a Som Livre, o cantor Thiaguinho decidiu deixar a gravadora. O fim da relação se deu por conta das dificuldades no desenvolvimento dos conceitos artísticos almejados por Thiaguinho para sua carreira, que, por sua vez, configuraram no descumprimento do contrato artístico pela Som Livre.

VEJA MAIS: Cantora famosa já terminou namoro por causa de Katy Perry; Entenda!

Uma relação harmoniosa, parceira e sadia é fundamental para o sucesso de um projeto artístico em comum. Neste caso, houve quebra de confiança e desinteresse da Som Livre no cantor, que tornou insustentável a continuidade do contrato.

Para que um artista tenha qualidade em seu trabalho e preserve em primeiro lugar a sua arte, apresentando o melhor dela aos seus fãs, é necessário que a gravadora caminhe no mesmo sentido de interesses. Mas não foi o que aconteceu. A Som Livre caminhou no sentido oposto. Sendo assim, encerrou-se um ciclo visando à proteção do artista e sua arte, que será defendido em todas as esferas, inclusive, se necessário for, pela via judicial”.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio