kanye west nicki minaj
(FOTO: Montagem)

Poucos meses depois das filmagens de um clipe de 50 Cent serem interrompidas por causa de um tiroteio foi a vez de um vídeo de Kanye West e Nicki Minaj ter problemas por um incidente similar. Uma faixa em parceria de Kanye West, Nicki Minaj e 6ix9ine estava tendo seu clipe gravado em um endereço famoso de Beverly Hills na Califórnia, quando tiros foram ouvidos do lado de fora da casa onde aconteciam as filmagens

Segundo o website The Blast, rapidamente a polícia foi chamada e de acordo com testemunhas, cerca de 10 tiros foram ouvidos no local. Ao chegarem no local, os policiais iniciaram as investigações e encontraram cerca de 5 cápsulas de balas. A polícia trabalha com a hipótese de que os tiros foram disparados por um carro passando pelo local. Nenhum dos cantores ou integrante da equipe técnica foi ferido.

VEJA TAMBÉM: Após xingar apresentadora da Globo de “imbecil”, Eduardo Costa vira cantor gospel

No momento do ocorrido, apenas Kanye West e 6ix9ine estavam presentes, a rapper Nicki Minaj ainda não tinha chegado ao local do clipe da parceria dos três rappers. A polícia de Los Angeles dará prosseguimento nas investigações para tentar solucionar o caso.

Filmagens do novo clipe de 50 Cent são interrompidas após tiroteio

Os rappers 50 Cent e 6ix9ine ficaram em perigo durante as filmagens de um videoclipe no mês de agosto, segundo informações do site TMZ. Testemunhas afirmam que alguém em um Porsche branco com placas de Nova Jersey disparou pelo menos 11 tiros durante as filmagens do clipe.

As filmagens foram realizadas no Brooklyn, nesta terça-feira (dia 14), por volta das 22h30. Baseado nos cartuchos utilizados, o atirador usa uma arma semi-automática de 9 mm. Não houve vítimas e as filmagens foram interrompidas após o acidente. Os músicos 50 Cent e 6ix9ine estavam no set no momento do tiroteio, acompanhados dos rappers Casanova e tio Murda. Fontes ligadas ao músico 6ix9ine acreditam que o atirador não estava atacando nenhum dos rappers em especial, mas autoridades desconfiam desta possibilidade.

Embora ninguém ainda esteja conectando incidentes anteriores, vale lembrar que no início deste ano alguém também disparou contra o rapper Chief Keef, e na época o músico estava trabalhando com 6ix9ine. Os policiais estão revendo o vídeo de vigilância, mas até agora ninguém foi levado sob custódia.