michelle williams
Os cantores Beyoncé, Jay-Z e Michelle Williams (FOTO: Reprodução)

A cantora Michelle Williams, ex-integrante da girlband Destiny’s Child, optou por se internar em uma clínica para o tratamento de um quadro de depressão. De acordo com o site TMZ, a antiga companheira de Beyoncé estaria internada para recuperação já há alguns dias.

Neste terça-feira (17), Michelle Williams comentou o assunto ao publicar em sua conta no Instagram uma foto informando que buscou ajuda de profissionais para tratar a doença.

“Por anos me dediquei a aumentar a conscientização sobre saúde mental e empoderamento de pessoas para reconhecer quanto é hora de procurar ajuda, apoio e orientação que as amam e cuidarem de seu bem-estar”, escreveu. “Eu recentemente ouvi o mesmo conselho que dei para milhares de pessoas ao redor do mundo e procurei ajuda de um excelente time de profissionais da saúde”.

VEJA TAMBÉM: Katy Perry revela ter sofrido depressão depois do fiasco de “Witness”

Michelle já havia comentado sobre como procura lidar com a doença numa entrevista no programa “The Talk”, no ano de 2017.

No mês de abril, Michelle Williams teve uma rápida reunião com Kelly Rowland e Beyoncé, suas companheiras no Destiny’s Child, em um show realizado no festival Coachella, nos Estados Unidos.

Jornal do Chile dá detalhes sobre possíveis shows de Beyoncé na América Latina

O jornal chileno La Tercera, também confirmou que a cantora Beyoncé estaria em negociações para realizar shows na América do Sul. Segundo a publicação, Beyoncé estaria em dúvida entre três opções para definir como seriam estes shows nos países latinos: a cantora pode vir com uma turnê solo, com sua bem-sucedida turnê conjunta com Jay Z ou também como a headliner de festivais.

A informação do jornal chileno bate com a exclusiva obtida no fim do mês passado pelo colunista Ancelmo Gois do jornal O Globo, de que Beyoncé teria planos de vir ao Brasil em 2019. Como virá ao país, Beyoncé pode aproveitar e excursionar também por outros países da América Latina.

VEJA TAMBÉM: Fortunas de Beyoncé e Jay-Z ultrapassam 1 bilhão de doláres segundo Forbes

O jornal La Tercera informa também que a equipe da norte-americana já conversou com três produtoras musicais chilenas sobre as condições de uma possível passagem pelo país. O último show da cantora no Chile já faz quase uma década, sendo realizado no ano de 2010.

Uma das possibilidades cogitadas pela equipe da cantora, é que ela visite a América Latina de contrato assinado com o Festival Lollpalooza, que acontecerá no Brasil, inclusive no Chile e também na Argentina em 2019. Seria a estreia da esposa de Jay-Z no festival. Em sua última vinda ao Brasil, em 2013, Beyoncé se apresentou no palco do Rock in Rio. Vale lembrar que em 2019, haverá uma nova edição do festival já que neste ano o Rock in Rio aconteceu exclusivamente em Portugal.

Atualmente Beyoncé e Jay-Z realizam o último show da fase europeia da turnê “On The Run II” e na terça (17/7) e o casal dá início a etapa norte-americana dos shows ainda neste mês. Serão 29 apresentações dos cantores nos Estados Unidos e também uma no Canadá.