Megan Thee Stallion
A rapper Megan Thee Stallion (FOTO: Reprodução)

Tory Lanez agora enfrenta acusações criminais. O rapper foi acusado de agredir Megan Thee Stallion durante o suposto incidente com tiroteio em Hollywood Hills em julho, anunciou o Ministério Público do Condado de Los Angeles nesta quinta-feira (08).

Lanez – cujo nome verdadeiro é Daystar Peterson – foi acusado de crime de agressão com arma de fogo semiautomática, crime de porte de arma carregada e não registrada em um veículo e para uso pessoal de arma de fogo.

As contagens decorrem de um incidente que supostamente ocorreu após uma discussão entre Megan e Lanez enquanto eles estavam andando juntos em um SUV.

Depois que Megan saiu do veículo, Lanez é acusado de atirar nela várias vezes e, supostamente, feri-la nos pés.

Megan Thee Stallion and Tory Lanez
(FOTO: Reprodução)

VEJA TAMBÉM: Influente! Site de registro eleitoral sai do ar após Ariana Grande incentivar fãs a votar

A acusação de Lanez está marcada para 13 de outubro no Foltz Criminal Justice Center, no centro de Los Angeles. Se condenado, o rapper pode enfrentar uma sentença máxima de 22 anos e oito meses na prisão estadual.

A polícia ainda está investigando o caso, que permanece aberto. Lanez negou repetidamente as múltiplas alegações de Megan Thee Stallion de que atirou nela, e até lançou uma canção na qual afirma que está sendo acusado do crime.