Demi Lovato
A cantora Demi Lovato (FOTO: Reprodução)

Novas informações sobre a internação da cantora Demi Lovato numa clínica de reabilitação foram divulgadas nesta segunda-feira (dia 13). De acordo com uma fonte do site E! News, o tratamento da cantora deve ser extenso e durar pelos menos alguns meses.

“Ela estará em reabilitação por vários meses e está fazendo um extenso programa para garantir que ela receba a ajuda que precisa”, afirmou a fonte ao site. Para manter o foco no tratamento, Demi Lovato já cancelou as datas da turnê “Tell Me You Love Me”, que passaria pela América Latina e inclusive pelo Brasil.

“Demi não esteve em comunicação com ninguém e está realmente se concentrando em si mesma”, informou o site. A fonte ainda destaca que Wilmer Valderrama, ex-namorado da cantora, visitou Demi Lovato no hospital mas vem sendo aconselhado a não entrar em contato com a artista durante a reabilitação. “Wilmer entrou em contato com a família e está checando o status de Demi”, explicou. “A família está tentando garantir que eliminem todas as distrações e que ela se concentre em sua saúde agora”.

Demi está indo bem, tanto mental, quanto fisicamente, explicou o site. “Ela se tornou mais aberta e está feliz por receber a ajuda de que precisa”, especialmente após começar a “compreender a gravidade do que aconteceu e que ela quase morreu”. Da primeira vez que foi internada numa clínica de reabilitação no ano de 2010, a cantora permaneceu cerca de três meses em tratamento.

Demi Lovato sai de clínica de reabilitação e se encontra com terapeuta

A cantora norte-americana Demi Lovato saiu da clínica de reabilitação onde permanecia, poucos dias após sua internação. Segundo o E! Online, a cantora viajou com uma aeronave até Chicago na quinta-feira (dia 9), para se encontrar com um terapeuta especialista em sobriedade, saúde mental e bem estar. Sua saída da clínica, portanto, tem relação com o próprio tratamento que adotou recentemente.

VEJA TAMBÉM: Anitta lança novo clipe de “Medicina” para o Spotify

Demi Lovato passou uma semana internada no hospital Cedars Sinai Medical Center, em Los Angeles, após uma misteriosa overdose ocorrida em sua casa. Ao receber alta, a artista seguiu diretamente para uma clínica de reabilitação, incentivada pela família, amigos e pela equipe. Já nesta semana, confirmou o que muitos já desconfiavam: o cancelamento da sua pela América Latina.

Numa carta aberta publicada nas redes sociais, a cantora escreveu: “Eu sempre fui transparente sobre minha jornada com o vício. O que eu aprendi é que essa doença não é algo que desaparece ou enfraquece com o tempo. É algo que devo continuar a superar e que não está terminado ainda. Eu quero agradecer a Deus por me manter bem e viva. A meus fãs, serei sempre grata por todo amor e apoio durante essa última semana e fora isso. Seus pensamentos positivos e orações têm me ajudado a passar por esse momento difícil. Eu quero agradecer a minha família, minha equipe, e à equipe do Cedars-Sinai que tem estado ao meu lado em tempo integral. Sem eles eu não estaria aqui escrevendo essa carta para todos vocês. Eu agora preciso de tempo para me curar, focar na minha sobriedade e caminhar para a recuperação. O amor que vocês todos têm mostrado nunca será esquecido e aguardo o dia em que possa dizer que saí do outro lado. Eu continuarei lutando”.