Freddie Mercury
O cantor Freddie Mercury (FOTO: Reprodução)

Nesta quarta-feira, dia 5 de setembro, Freddie Mercury comemoraria 72 anos se estivesse vivo. Por isso diversos fãs ao redor do mundo estão publicando homenagens para o vocalista do Queen nas redes sociais.

Uma dessas homenagens veio de ninguém menos que da própria produtora de “Bohemian Rhapsody”, cinebiografia sobre a formação da banda de rock. Num novo vídeo divulgado com um trecho do filme, é possível conferir o processo criativo por trás da icônica faixa que dá nome ao filme, a música “Bohemian Rhapsody?”, confira abaixo.

“Bohemian Rhapsody” estreará mundialmente no dia 1º de novembro nos cinemas brasileiros.

“‘Bohemian Rhapsody’ é uma celebração exuberante do Queen, sua música e seu extraordinário cantor principal Freddie Mercury, que desafiou estereótipos e quebrou convenções para se tornar um dos artistas mais amados do planeta. O filme mostra o sucesso meteórico da banda através de suas canções icônicas e som revolucionário, a quase implosão quando o estilo de vida de Mercury sai do controle e o reencontro triunfal na véspera do Live Aid, onde Mercury, agora enfrentando uma doença fatal, comanda a banda em uma das maiores apresentações da história do rock. Durante esse processo, foi consolidado o legado da banda que sempre foi mais como uma família, e que continua a inspirar desajustados, sonhadores e amantes de música até os dias de hoje”, afirma a sinopse oficial do filme.

VEJA TAMBÉM: Paul McCartney revela ter visto Deus após usar droga alucinógena

Confira abaixo as homenagens aos 72 anos de Freddie Mercury promovidas pelas contas oficiais da banda Queen nas redes sociais e também pela produtora Fox Filmes aqui no Brasil:


“Freddie iria amá-lo e odiá-lo” afirma guitarrista do Queen sobre Adam Lambert

Queen e Adam Lambert deram início às três semanas de residência em Las Vegas no último sábado (dia 1). O grupo apresentou um setlist repleto de clássicos de toda a carreira da banda além de um cover de Elvis Presley.

Intitulado “Crown Jewels”, o show teve a abertura com a imagem de um imponente cofre de metal com a insígnia do Queen, rasgada pelo robô gigante da icônica capa do disco “News of the World” e levantada para revelar a banda que lançou seu álbum. O grupo abriu o espetáculo com uma versão rápida do hit “We Will Rock You”.

Já para o bis, foi exibida uma projeção da famosa performance vocal de Freddie Mercury no estádio de Wembley em 1986, antes de uma versão tradicional e mais lenta de “We Will Rock You” e do hino “We Are The Champions”.

Antes dos shows, o guitarrista Brian May chegou a dizer que Freddie Mercury “amaria e odiaria” o atual vocalista do Queen, Adam Lambert.

“Freddie iria amá-lo e odiá-lo, sim; quer dizer, você sabe, ele diria algo tipo ‘Seu desgraçado!’”, May brinca. “Porque, quero dizer, Adam tem um presente real de Deus. Essa voz é uma voz em um bilhão, e ninguém tem esse alcance, ninguém com quem trabalhei. E não apenas o alcance, mas a qualidade em toda a gama e a paixão de usar esse instrumento. E eu vi Adam se desenvolver, assim como eu assisti Freddie se desenvolver. Ele foi ótimo no início, mas agora, estamos fazendo ‘Who Wants To Live Forever’  no palco, e às vezes eu quase paro de tocar porque eu penso: ‘O que ele acabou de fazer?’ Ele é tão livre com suas interpretações e é arrepiante, apenas o som que ele faz e a maneira como ele interpreta uma música” declarou Brian May.

Enquanto May enfatiza que Lambert “em nada imita Freddie”, ele também explica que Lambert “fornece aquela peça que faltava do quebra-cabeça, o que é estupendo. Nós nunca faríamos isso agora se não fosse por Adam. É uma vida incrível. Eu me sinto tão grato que [o Queen] teve isto. E ainda temos isso”.

VEJA TAMBÉM: Bono perde a voz e U2 abandona o palco em show na Alemanha

Lambert se tornou o novo vocalista do Queen em 2011, e May declarou na ocasião o quanto liricamente ele gostava de tocar ao vivo com o novo vocalista da banda. Já mais recentemente, Lambert fez uma homenagem a Mercury, falando de quão atual soam as  discussões sexuais levantadas pelas letras das músicas do Queen.