“Triste, Louca ou Má”: Juliette, do BBB21, faz música bombar no streaming

Fruto do “efeito Juliette” a faixa foi revisitada assim como “Deus Me Proteja”, de Chico César e Dominguinho

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

“Triste, Louca ou Má” chegava ao mundo há cinco anos, no disco de estreia da banda Francisco, el Hombre, SOLTASBRUXA (2016). Mas ao assistir o Big Brother Brasil 21, é notável que a faixa não envelheceu.

Uma das principais trilhas-sonoras da participante Juliette Freire, a canção foi impactada pelo “efeito Juliette” (assim como “Deus Me Proteja”, de Chico César e Dominguinhos) e chegou a dar as caras em paradas da plataforma de streaming Spotify depois da paraibana fazer da composição de Ju Strassacapa um mantra para resistir ao confinamento.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Atualmente no temido paredão, a advogada e maquiadora voltou a exaltar a música que ela mesma impulsionou a ultrapassar a marca de 26,5 milhões de visualizações no YouTube.

Assista:

“É ótimo poder ouvir ‘Triste, Louca ou Má’ em um programa de alcance nacional como o BBB. Isso nos atesta que a canção voou longe mesmo, que realmente toca os corações e chacoalha a vida de mulheres e muitas outras pessoas por onde ecoa”, celebra Ju, que ao lado de Mateo Piracés-Ugarte, Andrei Kozyreff e Sebastianismos formam a Francisco, el Hombre.

Francisco, el Hombre no Festival Mucho (FOTO: Divulgação)

Indicada ao Grammy Latino como “Melhor Canção em Língua Portuguesa”, a faixa ainda integrou a trilha sonora da novela O Outro Lado do Paraíso, da Rede Globo. Tais momentos marcam a jornada da música que é vista como um hino feminista, esta que ganhou um novo capítulo na voz de Juliette e muitas outras.

Em números, a voz da participante levou o single de Francisco, el Hombre a alcançar mais de 20,3 milhões de streams no Spotify, mais de 26,5 milhões de views no clipe oficial, além de contribuir para o marco de 200 mil seguidores no canal de Youtube da banda. 

Todo o impacto causado pelo “efeito Juliette” somado ao mantra da canção rendeu até expectativas para uma possível parceria no futuro. “Se Juliette quiser cantar conosco, será muito bem vinda!”, revela Ju Strassacapa. Por ora, a banda a homenageia com uma versão acústica de “Triste, Louca ou Má”.

Assista:

VEJA TAMBÉM: Anitta é criticada após se gabar de ser rica durante crise do coronavírus

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio