Troye Sivan Charli XCX
(FOTO: Reprodução)

Na última sexta-feira, os cantores Charli XCX e Troye Sivan apresentaram um dos clipes mais divertidos do ano. Utilizando várias referências aos 90, os cantores divulgaram o clipe da faixa “1999” cuja a capa do single já trazia uma clara alusão aos figurinos do filme Matrix.

VEJA TAMBÉM: Little Mix divulga “Woman Like Me”, sua música em parceria com Nicki Minaj

O vídeo tem cenas do filme Titanic e referências a artistas e personalidades como Steve Jobs, Eminem, Marilyn Manson, Justin Timberlake, Backstreet Boys e Spice Girls. “Eu só quero voltar, de volta a 1999, fazer um passeio até meu antigo bairro”, canta a dupla, “Eu só quero voltar, cantar ‘Hit me baby, one more time’”, afirma a letra em referência à antológica música de Britney Spears.

Confira o divertido resultado abaixo:

Um dos maiores cantores gays de sua geração, Troye Sivan lança novo álbum

Na sexta-feira (dia 30 de agosto), o jovem cantor Troye Sivan lançou “Bloom”, o seu segundo álbum em estúdio. Após o elogiado disco “Blue Neighbourhood”, de 2015, o australiano de 23 anos segue contando em suas composições algumas das experiências gays que teve sempre tentando abordá-las com certo otimismo.

“Eu não acho que o mundo precisa de um álbum sobre gays tristes agora”, afirmou o jovem cantor numa entrevista ao site POPcrush. “Eu acho que todos precisam ter algum tipo de alívio sonoro, lembrando que passamos por muitas dificuldades no passado e vamos continuar a atravessar, mas sempre estaremos bem”, explica.

O mencionado alívio sonoro se refletiu na enérgica “My My My!”, o primeiro single do disco. Já a faixa título, “Bloom”, foi talvez a canção de maior repercussão na carreira do cantor até aqui. Na letra, Sivan mostra liberdade ao falar de experiências sexuais, mesmo que de maneira implícita. A canção chegou a ser considerada um “hino para os passivos”, rótulo que o cantor já afirmou rejeitar. Outra música de destaque foi a intimista “Dance to This”, sua delicada parceria com Ariana Grande.

Sivan participou da composição de todas as faixas e o time de compositores contou com Brett McLaughlin, Alexandra Hughes e Bram Inscore.

Confira o novo álbum abaixo:

Trazendo grande representatividade gay em suas canções e com tantas declarações enaltecendo a comunidade LGBT, não seria exagero dizer que Sivan representa um dos maiores cantores gay de sua geração. O australiano até chegou a ser elogiador por Adam Lambert neste sentido, que declarou aprovar a ousadia de Sivan pelos versos da canção “Bloom”. Lambert, vale lembrar, foi o primeiro homossexual assumido a emplacar um álbum no topo da Billboard 200 nos Estados Unidos.