A banda Linkin Park (Foto: Reprodução/Internet)

O Twitter Inc removeu da rede social um vídeo relacionado à campanha do presidente Donald Trump, após uma queixa sobre direitos autorais feita pela banda de rock americana Linkin Park. O Presidente Trump compartilhou o post no último sábado (18) em sua rede social.

No Twitter, o vídeo foi retuitado pelo Presidente dos Estados Unidos, do diretor de mídias sociais da Casa Branca, Dan Scavino. O vídeo, que incluía a música do grupo Linkin Park, desapareceu do Twitter do presidente neste domingo (19), com o texto: “Esta mensagem foi desativada em resposta a um relato do proprietário dos direitos autorais“.

O Twitter retirou o vídeo, após receber aviso da Machine Shop Entertainment, publicado no Lumen Database, que coleta solicitações de eliminação de materiais online. Machine Shop é uma empresa de propriedade da banda de rock Linkin Park, de acordo com sua página no LinkedIn. A Casa Branca não respondeu imediatamente a um pedido de comentários.

LEIA TAMBÉM: Beyoncé lança trailer de Black Is King com participação de Jay-Z, Lupita Nyong’o e Naomi Campbell

No Twitter, a banda, que já fez críticas ao presidente Trump antes mesmo desta notícia, reforçando o posicionamento político do grupo a respeito do republicano: “Linkin Park não apoiou e não apoia Trump, nem autoriza sua organização a usar nenhuma de nossas músicas.