bts
Os rapazes do grupo BTS (FOTO: Reprodução)

Já se passaram mais de sete anos desde que a Big Hit Entertainment apresentou ao mundo o BTS. O septeto, composto por RM, Jin, Suga, J-Hope, Jimin, V e Jungkook, quebrou as barreiras da língua e da distância e hoje, BTS é um dos maiores grupos de garotos do mundo. Com um dos maiores fandoms e campanhas que trazem uma mudança positiva para o mundo em que vivemos. Mas pode haver outro BTS no futuro?

De acordo com o CEO global da Big Hit Entertainment, Yoon Seok Jun, a resposta é não. Conforme relatado por Koreaboo, o membro da alta administração do Big Hit participou de uma palestra online para o departamento de entretenimento, mídia e negócios esportivos da Harvard Business School. Como parte da palestra especial, ele explicou os fatores de sucesso e estratégias de negócios devido à sua experiência e expertise com Big Hit.

VEJA TAMBÉM: IZA, Luísa Sonza, Anitta e mais se posicionam sobre “estupro culposo”

Durante a sessão, Yoon Seok Jun respondeu a uma pergunta sobre a longa sustentabilidade do sucesso de Big Hit quando confessou que não pode ser um segundo BTS “porque sua autenticidade e identidade não podem ser duplicadas“. Ele também acrescentou que Big Hit tem se concentrado na pesquisa de métodos de comunicação exigidos pela geração atual. “Daqui a dez anos, planejamos continuar a mostrar conteúdo e serviços que só nós podemos fornecer“, disse ele.

Quando questionado sobre o ARMY, Yoon Seok Jun disse que eles pegam o enredo do BTS e criam conteúdo para espalhar a história do BTS entre aqueles que não estão cientes de sua existência. “Eles não podem ser encontrados em nenhum outro artista ou atleta”, disse ele.