“Foi um pai pra mim” afirma Valesca Popozuda sobre a morte de Mr. Catra

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Wagner Domingues Costa, o cantor de funk Mr. Catra, de 49 anos, morreu neste domingo (dia 9), por volta das 15h20. Nascido no Rio de Janeiro, o músico estava internado no Hospital do Coração (HCor), na capital paulista. Mr. Catra deixou três esposas e 32 filhos.

A assessoria de imprensa do cantor confirmou “com enorme pesar”, o falecimento de Catra, “em decorrência de um câncer gástrico”.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

No começo de 2017, Mr. Catra foi diagnosticado com um câncer no estômago. Na época, o funkeiro afirmou que para realizar as sessões de quimioterapia havia parado de beber e tinha diminuído o número de cigarros que fumava.

Mr. Catra se formou em Direito, mas não chegou a exercer a profissão. Começou sua carreira na música em uma banda de rock, mas ficou conhecido mesmo no gênero funk. O primeiro álbum lançado por Catra foi “O Bonde dos Justos” ainda em 1994. Entre os principais hits na carreira do cantor estão “Uh Papai Chegou” e “Mama”, sua parceria com a funkeira Valesca Popozuda. Outro hit de sua carreira, “Adultério”, é uma paródia de “Tédio”, da banda Biquini Cavadão.

VEJA TAMBÉM: Ariana Grande presta homenagem após morte do ex-namorado Mac Miller

Há poucos meses o funkeiro chegou a gravar um clipe com a funkeira Valesca Popozuda. Através de suas contas no Twitter e Instagram, a cantora afirmou estar “arrasada” com a morte de Catra.

 

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio