Velhinha que acreditava namorar Bruno Mars paga R$ 540 mil para bandido

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

De acordo com o jornal ABC30, uma idosa, de 63 anos, moradora do Texas, nos Estados Unidos, depositou US$ 100 mil (cerca de R$ 540 mil) para um homem que ela acreditava ser o cantor Bruno Mars. Segundo as investigações, Chinwendu Azuonwu se passou pelo músico e fez a senhora acreditar que estava vivendo um romance virtual com ele.

Segundo promotores do condado de Harris (EUA), o golpe começou em setembro de 2018. Em depoimento, a mulher contou que uma pessoa fingindo ser Mars a convenceu de que ela compartilhava uma conexão significativa com o cantor de 35 anos. Ela também disse aos investigadores que ele queria sair da turnê que fazia na época para ficar com ela.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

VEJA MAIS: Site expõe dossiê sobre supostas traições de Nego do Borel; confira!

Pouco tempo depois, o golpista passou a pedir dinheiro para a mulher. Primeiro, o falso Bruno Mars pediu à idosa US$ 10 mil (R$ 54 mil) para “um amigo da banda” a fim de ajudar a custear as despesas da turnê. Dois dias depois, o golpista solicitou à vítima mais US$ 90 mil (R$ 486 mil). Os valores foram depositados em duas contas, uma aberta pelo próprio Chinwendu e outra, pelo comparsa dele, Basil Amadi.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio