Pabllo Vittar
A cantora maranhense Pabllo Vittar (FOTO: Divulgação)

Após Pabllo Vittar desvincular sua imagem de uma marca de calçados apoiadora do candidato à presidência Jair Bolsonaro (PSL), a loja anunciou uma promoção com descontos de 17%. O valor do desconto faz alusão ao número do partido do deputado federal. Pabllo havia se manifestado pelas redes sociais que não irá aliar seu trabalho a um discurso que “desrespeita direitos humanos”.

VEJA TAMBÉM: Paul McCartney revela ter visto Deus após usar droga alucinógena

Em resposta ao cancelamento da parceria entre a cantora e a marca, o proprietário da loja Victor Vicenzza divulgou uma nota reafirmando o seu apoio ao candidato do PSL. Ele ainda explica que a campanha “Shinning”, que contou com a participação de Pabllo, teve o objetivo de lutar contra preconceitos. Segundo o empresário, o fato não mudará seu apoio a Bolsonaro. A marca chegou a ser acusada de oportunismo, já que vende sapatos para o público LGBT e apoia um candidato que já fez declarações homofóbicas publicamente.

victor-marca

Através do stories do Instagram da marca, um gráfico foi publicado mostrando que o número de acessos da loja aumentou. A postagem afirma que a “tentativa de boicote da esquerda” aos produtos da empresa não irá funcionar. A marca chegou a usar hashtags com termos ligados à direita como “direita unida”.

O próprio candidato Jair Bolsonaro respondeu à uma postagem da marca com uma mensagem de apoio e desejando boas vendas à empresa. Por outro lado ativistas dos direitos LGBT, como a youtuber e drag queen Lorelay Fox, também comentou sobre o caso. “Fiquem de olho que muita marca deve usar a gente assim, amigos!”. A drag afirmou que o discurso da loja é contraditório e pediu cuidado com “falsos aliados” do movimento.

Pabllo Vittar rompe parceria com marca que declarou apoio a Jair Bolsonaro

O proprietário de uma marca de calçados chamada Victor Vicenzza, anunciou através das redes sociais o seu apoio à campanha de Jair Bolsonaro (PSL-RJ) à presidência. Sendo assim, a cantora Pabllo Vittar, que usava peças da empresa, fez um comunicado através do seu Instagram.

O assunto surgiu na web há alguns dias, depois que usuários perceberam que a página da marca no Instagram passou a seguir diversos perfis que apoiam Jair Bolsonaro, além do próprio candidato e dos três filhos, todos política: Flávio, Carlos e Eduardo Bolsonaro.

VEJA TAMBÉM: Pastor teria apalpado o seio de Ariana Grande durante funeral de Aretha Franklin

Alguns usuários também chegaram a postar o print de uma mensagem enviada pela marca após um usuário contestar o apoio da mesma a Jair Bolsonaro. “Quanto ao candidato ser homofóbico, já foi mais que comprovado o contrário”, respondeu a empresa através de um comentário na publicação.

Desde o início da minha carreira, sempre soube que seria muito difícil conseguir apoio de marcas que queiram se relacionar com uma artista LGBTQIA+ drag que sou”, começou Pabllo em seu discurso.

“Não poderei aliar meu trabalho a um discurso que deixa claro não se importar com os direitos humanos de toda comunidade LGBTQIA+, à qual faço parte”, acrescentou. A cantora ainda confessou que, alguns de seus próximos trabalhos já finalizados, ela ainda aparecerá com “peças de marcas que, a partir de agora, não vinculo mais a minha imagem”.

Logo após o pronunciamento de Pabllo, o perfil oficial da marca também postou um comunicado nas redes sociais, em nome do proprietário. Na mensagem, Victor afirma “lutar contra todo tipo de preconceito” e reafirma seu apoio ao candidato, afirmando que “Bolsonaro é o único candidato apropriado para liderar esta nação”.

⚠️ COMUNICADO OFICIAL ⚠️

Uma publicação compartilhada por Victor Vicenzza (@victorvicenzza) em

“É necessário lutar contra todas as ideologias socialistas e comunistas que invadiram nosso País. Sendo assim, aproveito esta oportunidade para posicionar-me”, acrescentou.

Desde então, diversos usuários de redes sociais vem comentando as publicações da marca. Enquanto alguns criticam a postura da empresa, outra parte vem apoiando o posicionamento da empresa.