Vídeo: Justin Timberlake larga carreira e vira caixa de mercado

Cantor repostou o vídeo em seu Story do Instagram

Publicado em 21/8/2021
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Parece que os tempos estão difíceis para todos. Recentemente, um vídeo de Justin Timberlake trabalhando como caixa em um mercado nos Estados Unidos, viralizou nas redes sociais.

A publicação foi feita no perfil do TikTok de Douglas Anthony, e mostra Timberlake passando os itens comprados por Anthony: um alto-falante, balas e chicletes. Na gravação, é possível ver o cantor usando uma jaqueta cinza, com uma camiseta azul e um gorro.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Justin Timberlake, por sua vez, repostou a gravação nos Stories de seu Instagram e disse: “Inimigos vão dizer que é mentira”.

Justin Timberlake diz ser contra tutela da ex-namorada Britney Spears

Justin Timberlake publicou uma mensagem de apoio à sua ex-namorada Britney Spears, poucas horas depois dela ter feito uma declaração em tribunal, apelando a um juiz para acabar com a sua controversa tutela. “Depois do que vimos hoje, devemos todos apoiar Britney nesta altura“, Timberlake tuitou na quarta-feira à noite. “Independentemente do nosso passado, bom e mau, e não importa há quanto tempo foi…o que lhe está a acontecer não está certo. Nenhuma mulher deve ser impedida de tomar decisões sobre o seu próprio corpo”.

A declaração da Timberlake nas redes sociais continuou: “Nunca ninguém deve ser detido contra a sua vontade…ou ter de pedir permissão para ter acesso a tudo aquilo por que tanto trabalhou”. Falando em seu nome e em nome da sua esposa, Jessica Biel, Timberlake escreveu: “Jess e eu enviamos o nosso amor, e o nosso apoio absoluto à Britney durante este tempo. Esperamos que os tribunais, e a sua família façam isto bem e a deixem viver como ela quiser”.

(FOTO: Reprodução Twitter)

A referência de Timberlake ao fato de Spears não poder tomar decisões sobre o seu próprio corpo é uma resposta direta ao testemunho de Spears em tribunal na quarta-feira, onde ela fez numerosas alegações explosivas contra o seu pai e aqueles que, segundo ela, controlaram indevida e abusivamente a sua vida desde que a conservadoria foi posta em prática ainda em 2008, na altura de seu colapso mental público.

Timberlake e Spears mantinham uma relação altamente exposta na mídia no final dos anos 90 e início dos anos 2000 quando foram catapultados mundialmente como ícones adolescentes. Timberlake, o então frontman da boyband NSYNC, conheceu Spears quando eram crianças nos seus primeiros dias de showbiz ainda no “The Mickey Mouse Club” da Disney. A cantora, uma estrela pop adolescente hiper-sexualizada, foi execrada pela mídia e retratada como infiel sendo esta a única razão para o seu rompimento com Timberlake.

Na altura, Timberlake tinha dito numa entrevista que tinha dormido com Spears – cuja virgindade era um ponto de obsessão doentia na imprensa. Mais tarde, acusou vagamente Spears de o trair, e essa narrativa foi reproduzida no vídeo musical da sua canção de 2002 “Cry Me a River”. Tal cena foi reproduzida no documentário da Hulu, o filme “Framing Britney Spears”, que foi produzido pelo New York Times. Após o lançamento do documentário, Timberlake recebeu uma quantidade considerável de críticas, e depois pediu desculpas pelas suas ações no passado.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio