Soundgarden e Chris Cornell (Reprodução: Internet)

Vicky Cornell, viúva de Chris Cornell que faleceu em 2017 aos 52 anos, detonou o grupo Soundgarden, por ela e seus filhos estarem sendo tratados de qualquer forma pelos músicos. Vicky moveu um processo contra a ex-banda do marido e apresenta diversas acusações de descaso e até atraso de pagamentos de direitos autorais, afirma o site americano TMZ.

No processo, Vicky Cornell diz que os músicos da banda não entraram em contato com ela nenhuma vez após o falecimento do marido. Falou que até o avião que a levou com a família para o velório do marido, foi descontado dos diretos autorais das músicas escritas por Chris Cornell.

Conteúdo recomendado: Após gafe com pênis de brinquedo, Lore Improta lança funk pra crianças

O artista e Vicky estavam casados desde 2004 e tiveram dois filhos, além de uma terceira filha que ele tinha do primeiro relacionamento. Chris cometeu suicídio dentro do quarto de um hotel no dia 18 de maio de 2017 em Detroit.

Até agora, nenhum membro da banda se manifestou sobre as acusações e o TMZ afirma ter entrado em contato com os assessores do grupo, mas também não obtiveram respostas.