Viúva de Chris Cornell volta a processar a banda Soundgarden

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

De acordo com o veículo TMZ, Vicky Cornell, a viúva de Chris Cornell, está abrindo um novo processo contra a banda Soundgarden. Desta vez porque eles não conseguiram chegar em um acordo sobre a venda dos direitos do falecido músico sobre as faixas do grupo.

Vicky alega que os 3 membros da banda ofereceram apenas 300 mil dólares pela parte de Chris, e diz que se sentiu humilhada pela oferta, já que esse valor é inferior ao que recebeu pelos royalties das músicas do Soundgarden apenas no ano de 2018.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Ela também alega que o valor obviamente é injusto, pois os membros da banda receberam uma oferta de 16 milhões de dólares de um investidor externo pelos direitos das músicas do Soundgarden – isso significaria 4 milhões de dólares cada, para os membros da banda e para Vicky.

(FOTO: Reprodução)

Para a viúva de Chris Cornell, essa oferta estabeleceu um padrão de valor para a banda, e é por isso que ela está ofendida com o que irá receber. Vicky não vê outra alternativa a não ser apresentar o processo pedindo ao juiz para avaliar os bens da banda.

Um representante da Soundgarden disse à TMZ: “Tal como solicitado pelos representantes de Chris Cornell e como exigido pelas leis do Estado de Washington, há quatro meses, os membros restantes do Soundgarden submeteram uma oferta de compra calculada pelo respeitado perito em finanças da indústria musical Gary Cohen”.

O representante continua: “Desde então, os membros da banda têm continuado a tentar resolver todas as disputas com Cornell e, nas suas várias tentativas de resolução, os membros da banda aceitaram oferecer várias vezes mais do que o valor calculado por Cohen”.

O representante termina dizendo: “Esta disputa nunca foi sobre dinheiro. Este é o trabalho e o legado da vida deles”.

Vicky e Soundgarden têm estado envolvidos numa batalha legal desde que a viúva os processou no final de 2019 por causa dos direitos de autorais de músicas que não foram lançadas enquanto Chris Cornell estava vivo.

VEJA MAIS: Site expõe dossiê sobre supostas traições de Nego do Borel; confira!

(FOTO: Reprodução)
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio