Strike
A banda de rock Strike (FOTO: Reprodução)

O vocalista Marcelo Mancini, da banda Strike resolveu dar a sua opinião após o polêmico caso envolvendo os integrantes da banda. Uma página anônima do Twitter, Exposed Emo, alegou relatou que tinha relatos verdadeiros de assédios cometidos pelos membros da banda. Através de uma “carta aberta aos fãs, familiares e amigos”, na rede social, ele revela o desfecho das acusações e crítica o posicionamento do vocalista Lucas Silveira, da banda Fresno.

O cantor negou todas as acusações e entrou na Justiça ao lado dos outros membros para rebater as informações e tomar as medidas cabíveis contra a suposta calúnia. Em seu perfil da rede social, Mancini rebateu o comentário do cantor Lucas. “Por ser um pronunciamento público, não poderia deixar de registrar a tamanha decepção coletiva que muitos músicos da cena tiveram com a atitude infeliz do Lucas Fresno, onde ele se sujeitou a ir lá apoiar a causa de uma página que ele nem sabia era verídica, quis “lacrar” em apoio a causa feminista, sendo que ele nunca militou a favor de causa nenhuma, nos soando oportunista“, revela.

fresno
Lucas Silveira, o vocalista da banda Fresno (FOTO: Reprodução)

No desabafo, ele também faz alguns depoimentos sobre o fotógrafo Luringa, com quem Lucas já havia trabalhado. “Eu sempre tive muito carinho por ele, mas na hora que ele se pronunciou contra o Luringa (fotógrafo de algumas capas do Fresno) chamando toda atenção dos fãs da sua banda para apoiar vítimas da página que ele nem sabia se era legítima, desejando justiça aos culpados que ele nem sabia se eram de fato culpados“, conta.

Mancini alega que Lucas estaria com medo de ser acusado, assim como os integrantes da Fresno, e que tinha prints provando isso. “Ele teve uma atitude errônea de querer tirar o corpo fora por receio de ser citado lá, coisa que eu acho completamente errado, pois quem não deve não teme. Esse receio do Lucas de cair na página eu tenho printado e seria deselegante da parte dele me fazer expor essa infeliz conversa onde ele fala até da moral dos outros integrantes de sua banda. Sabemos que muitos relatos dele chegaram lá, como de outros do Fresno, de outras bandas também, mas não foram publicados pelo fato da dona da página ser fã do Fresno e passar o famoso pano pros ídolos. Se os relatos eram falsos, ou não, não me compete julgar, mas ele com certeza saberá a veracidade de todos e com essa atitude infeliz impensada ele jogou a consideração de muitos músicos pelo ralo. Lamentável.”

LEIA TAMBÉM: Luan Santana lança EP com imagens inéditas de confraternização ao lado da família e amigos

Em um dos relatos ele esclarece: “Eu assisti calado essa página, mas fui juntando provas, provas e graças a Deus a maioria dessas pessoas que me acusaram (todas falsamente) já estão sendo processadas, onde eu tenho certeza que pelos danos morais receberei de todas elas o devido reparo na justiça.

View this post on Instagram

Por ser um pronunciamento público, não poderia deixar de registrar a tamanha decepção coletiva que muitos músicos da cena tiveram com a atitude infeliz do Lucas Fresno, onde ele se sujeitou a ir lá apoiar a causa de uma página que ele nem sabia era verídica, quis “lacrar” em apoio a causa feminista, sendo que ele nunca militou a favor de causa nenhuma, nos soando oportunista. Eu sempre tive muito carinho por ele, mas na hora que ele se pronunciou contra o Luringa (fotógrafo de algumas capas do Fresno) chamando toda atenção dos fãs da sua banda para apoiar vítimas da página que ele nem sabia se era legítima, desejando justiça aos culpados que ele nem sabia se eram de fato culpados, ele teve uma atitude errônea de querer tirar o corpo fora por receio de ser citado lá, coisa que eu acho completamente errado, pois quem não deve não teme. Esse receio do Lucas de cair na página eu tenho printado e seria deselegante da parte dele me fazer expor essa infeliz conversa onde ele fala até da moral dos outros integrantes de sua banda. Sabemos que muitos relatos dele chegaram lá, como de outros do Fresno, de outras bandas também, mas não foram publicados pelo fato da dona da página ser fã do Fresno e passar o famoso pano pros ídolos. Se os relatos eram falsos, ou não, não me compete julgar, mas ele com certeza saberá a veracidade de todos e com essa atitude infeliz impensada ele jogou a consideração de muitos músicos pelo ralo. Lamentável. Um recado aos conhecidos e desconhecidos que consumiram o conteúdo da página. Busquem conteúdos verdadeiros que acrescentem positividade na vida de vocês, vibrem pela evolução da terra, pois sentir prazer com o linchamento virtual contra a vida de uma pessoa que você desconhece, não te torna melhor que ninguém, muito pelo contrário, se alegrar com a desgraça alheia diz muito sobre você e assim você não contribui para um mundo melhor. Vamos lembrar que não somos perfeitos pra julgar o próximo e que internet pode ser um lugar de muito aprendizado ao invés de ser essa terra de ninguém que propaga ódio gratuito e cancelamento aleatório.

A post shared by MARCELO STRIKE 🔊 (@marcelostrike) on