Web critica internautas que apontaram suicídio em caso de MC Kevin

A polícia investiga o caso

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

O funkeiro Kevin Nascimento Bueno, de 23 anos, mais conhecido como MC Kevin, morreu após cair do 5º andar de um hotel na orla da Barra da Tijuca, na Zona Oeste do Rio, na noite do último domingo (16). Após o incidente, o nome do funkeiro foi parar entre os assuntos mais comentados do Twitter e, inicialmente, alguns internautas levantaram a possibilidade de suicídio e, sem provas, questionaram a causa da morte.

A Polícia Civil do Rio de Janeiro investiga o caso. O cantor teria tentado pular da varanda do quarto para a piscina e teria batido com a cabeça na borda dessa piscina, segundo informações obtidas pelo G1.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

De acordo com relatos de amigos, o cantor teria caído por acidente, após tentar escapar de uma “pegadinha”.

No Twitter, muitos pediram para que as pessoas parassem de espalhar que o cantor teria cometido suicídio, já que ainda não há versão oficial.

Versão de amigos de MC Kevin

Segundo a passista e musa da Acadêmicos do Tucuruvi, Anny Alves, amiga do cantor, revelou nas redes sociais que uma “brincadeira” de mau gosto causou a morte de MC Kevin.

Ela diz que amigos colocaram o MC em um quarto do hotel com várias mulheres. Em determinado momento, uma pessoa bateu na porta e, temendo ser a esposa, a advogada Deolane, Kevin tentou voltar para seu próprio quarto pela varanda, quando caiu.

VEJA MAIS: Chocante! Veja as fotos mais raras de Nicki Minaj antes de fama

Já MC Nova Era, outro amigo de Kevin, relata que o cantor estava com mulheres no quarto quando sua mulher apareceu e tentou arrombar a porta. O funkeiro teria tentado pular para o outro quarto, mas acabou caindo.

Suicídio

O suicídio é considerado pelo Ministério da Saúde como um problema de saúde pública, complexo, multifacetado e de múltiplas determinações, que pode afetar indivíduos de diferentes origens, classes sociais, idades, orientações sexuais e identidades de gênero. Todos os anos, cerca de 800 mil pessoas morrem por suicídio no mundo, segundo a OMS (Organização Mundial de Saúde).

No Brasil, uma pessoa morre por suicídio a cada hora, enquanto outras três tentaram se matar sem sucesso no mesmo período. O assunto é tão complexo que muitas pessoas evitam falar a respeito, o que nem sempre é a melhor decisão. Um problema dessa magnitude não pode ser negligenciado, pois sabe-se que o suicídio pode ser prevenido. Uma comunicação correta, responsável e ética é uma ferramenta importante para evitar o efeito contágio.

Centro de Valorização da Vida

Uma das entidades que ajuda pessoas com pensamentos tristes e depressivos é o Centro de Valorização da Vida, o CVV. A organização existe há anos graças ao trabalho voluntário de centenas de pessoas. O atendimento é gratuito e pode ser feito por telefone e internet. O telefone que tem cobertura para todo Brasil é 188.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio