Wesley Safadão encabeça campanha “Persiga os Sinais”, em prol de doença genética raríssima

As MPS são doenças genéticas raras com difícil diagnóstico

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Dia 15 de maio é celebrado o Dia Internacional de Conscientização da MPS, a Mucopolissacaridose, doença hereditária rara do metabolismo, que causa diversas manifestações, e é ocasionada pela formação irregular das enzimas. 

No mundo são apenas 600 pessoas portadoras da doença, sendo 500 delas no Brasil. E, duas dessas pessoas são Daniella Oliveira e sua prima Beuda, moradoras de Fortaleza (CE), portadoras da MPS IV A, e muito fãs de Wesley Safadão.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

(Foto: Divulgação)

VEJA MAIS: Chocante! Veja as fotos mais raras de Nicki Minaj antes de fama

Ao saber da paixão delas por ele, e da importância em levar ao Brasil mais informações sobre as MPS, Wesley se uniu à Dani e fizeram uma ação para as redes sociais, dançando o mais recente hit do cantor – Passatempo (confira nas redes oficiais do artista).

“A Dani é minha fã desde 2011, já nos conhecíamos, mas ainda não tínhamos conseguido oficializar essa campanha. Persiga os Sinais foi uma das maneiras que encontramos de chamar a atenção das pessoas para essa doença rara, e tão importante ter um diagnóstico precoce. Junte-se a nós! #PERSIGAOSSINAIS da MPS #MPSAwareness”

(Foto: Divulgação)

São diversos os tipos de MPS: Síndrome Hurler-Scheie, Síndrome de Hunter, Síndrome de Sanfilippo, Síndrome de Mórquio, Síndrome de Maroteaux-Lamy, Síndrome de Sly e Síndrome de Natowicz, que se manifestam de forma diferente. Os sintomas das MPS geralmente aparecem na primeira infância e pioram com o tempo, levando a possíveis falências de órgãos e redução da expectativa de vida.

O diagnóstico geralmente é tardio, porque não existe um padrão de evolução clínica uniforme para sequência de verificação específica dos sintomas da MPS – em vez disso, os sintomas e a gravidade da MPS são variáveis e podem mudar de paciente para paciente.  Assim, ao aumentar a conscientização sobre as possíveis combinações de sintomas, é possível ajudar os pais e os médicos a perseguir os sinais da MPS, chegar a um diagnóstico o mais cedo possível e fornecer apoio aos pacientes e famílias.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio