XXXTentacion
O rapper XXXTentacion (FOTO: Divulgação)

O assassinato do rapper XXXTentacion chegou a ser capturado por câmeras de segurança e as imagens do momento foram exibidas nesta quinta-feira (dia 27) durante o julgamento de Robert Allen, um dos quatro acusados pelo crime. As imagens do circuito interno da concessionária onde o músico foi baleado mostram a ação dos bandidos.

Dois homens se aproximam da BMW de XXXTentacion e sacam suas armas. Por um curto momento, o rapper coloca a mão para fora do veículo sugerindo uma possível resistência à suposta tentativa de assalto. A seguir, são efetuados os disparos. Um dos rapazes caminha até o lado do passageiro do automóvel e em seguida foge com uma bolsa.

VEJA TAMBÉM: Ariana Grande cancela participação em programa de TV e desabafa: “Me acorde quando eu tiver que cantar”

Num outro registro, feito quando XXXTentacion ainda estava na parte interna da concessionária, Robert Allen caminha tranquilamente pelo local enquanto o rapper conversava com um vendedor da loja. Confira:

Os vídeos estão sendo analisados no tribunal de Fort Lauderdale. Além de Robert Allen, os norte-americanos Dedrick Williams, Michael Boatright e Trayvon Newsome foram formalmente indiciados no mês de julho pela morte do artista.

Com nome verdadeiro de Jahseh Dwayne Onfroh, XXXTentacion conseguiu emplacar seu disco de estreia, “17”, na segunda posição das paradas norte-americanas. O músico fez sucesso com singles como “Changes”, “Sad!” e “Look at me”. Já em março deste ano, o rapper lançou seu segundo álbum, intitulado “?”, que estreou na primeira colocação da Billboard 200, principal parada de discos dos EUA. O cantor tinha apenas 20 anos quando foi morto. Uma parceria póstuma dele com Kanye West chegou a ser anunciada pelo site da Billboard norte-americana para os próximos dias.

Vídeo mostra suspeitos de assassinar XXXTentacion ostentando muito dinheiro

O assassinato do rapper norte-americano XXXTENTACION no mês de junho ganhou um novo capítulo. Um polêmico vídeo publicado pelo TMZ passou a ser compartilhado no mês de julho nas redes sociais onde os suspeitos do assassinato, Dedrick Williams, Robert Allen e Trayvon Newsome, aparecem juntos semanas antes do tiroteio, ostentando maços de dinheiro.

VEJA TAMBÉM: Filmagens do novo clipe de 50 Cent são interrompidas após tiroteio

Os três cidadãos norte-americanos foram formalmente indiciados por um júri nesta semana junto com o outro acusado Michael Boatwright. No vídeo, Boatwright não aparece, mas Allen, Williams e Newsome estão todos contando dezenas de notas de dólares. O vídeo portanto comprova que pelo menos três dos suspeitos já se conheciam e costumavam  ostentar muito dinheiro, podendo sugerir uma narrativa de latrocínio na tragédia envolvendo de XXXTENTACION. Vale lembrar que no momento do assassinato do rapper, o músico estava negociando a compra de uma motocicleta em uma concessionária e carregava 50 mil dólares em espécie.

Dois destes quatro homens já estão presos e estão sob custódia, mas Robert Allen e Trayvon Newsome ainda continuam sendo procurados pela polícia norte-americana. Os nomes de Michael Boatwright e Trayvon Newsome foram apontados como os supostos atiradores, enquanto Allen e Williams estariam no carro que teria impedido que XXX fugisse. Os quatro foram indiciados por homicídio em primeiro grau.