Yoko Ono revela as últimas palavras de John Lennon

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A noite do dia 08 de dezembro de 1980 entrou para a história da música. Neste dia, John Lennon estava voltando para o seu apartamento com sua esposa, Yoko Ono, quando um fã sacou um arma e atirou quatro vezes no ex-Beatle. O cantor foi dado como morto algumas horas depois.

Muito se questiona sobre quais teriam sido as últimas palavras do cantor. Por ter sido morto em um momento imprevisível e corriqueiro, é possível que ele não tenha falado nada antes de ser atingido.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

(Foto: Reprodução)

VEJA MAIS: Manu Gavassi indica cantor famoso para o BBB21; saiba quem!

Por anos, algumas pessoas levantaram a hipótese de John Lennon ter exclamado o fato de que foi baleado, já outros sugerem que ele poderia apenas ter respondido o fã que lhe chamava com um simples “sim?”.

Porém, essas questões puderam ser solucionadas. John Lennon não estava sozinho quando foi morto. Yoko Ono, a esposa do astro, acompanhou a cena que tirou a vida do seu marido e, mesmo que em poucas ocasiões, falou sobre como tudo aconteceu.

Durante uma entrevista para a BBC Radio 4, em 2007, Yoko falou sobre o incidente. “Eu disse, ‘Vamos jantar antes de ir para casa?’ e John disse: ‘Não, vamos para casa porque quero ver Sean antes que ele vá dormir’”, explicou Yoko. 

Segundo ela, essas provavelmente foram as últimas palavras do cantor. Yoko Ono disse que o cantor não disse nenhuma palavra após ser baleado.

O dia seguinte a morte do cantor foi marcado pelo isolamento da área, evitando o acesso público. Em comunicado Yoko Ono afirmou que não haveria funeral para John Lennon e acrescentou que rezava pela raça humana. “Por favor, faça o mesmo por ele”, concluiu a nota.

O corpo de John Lennon foi cremado e as cinzas espalhadas pelo Central Park, em Nova York, local que o cantor morava com a esposa o filho mais novo.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio