Zezé Di Camargo defende voto impresso sugerido por Bolsonaro

Há alguns meses o cantor defendeu o presidente e disse: "votei e votaria de novo"

Publicado em 27/7/2021
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A deputada federal Carla Zambelli (PSL-SP), compartilhou nesta segunda-feira (26), um vídeo onde Zezé Di Camargo aparece convocando os fças para atos pró-Bolsonaro, no dia 1º de agosto. 

No vídeo, o sertanejo defende o voto impresso: “Apenas uma meia dúzia de pessoas que vão conferir se a máquina realmente computou seu voto como desejava. É muito estranho as pessoas não quererem isso”. 

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Você pode assistir ao discurso completo abaixo:

De acordo com informações do Agência Senado, Bolsonaro quer que, a partir da eleição presidencial de 2022, os números que cada eleitor digita na urna eletrônica sejam impressos e que os papéis sejam depositados de forma automática numa urna de acrílico. A ideia dele é que, em caso de acusação de fraude no sistema eletrônico, os votos em papel possam ser apurados manualmente.

“Votei e votaria de novo”, diz Zezé Di Camargo sobre Jair Bolsonaro

Zezé Di Camargo vem se posicionando há algum tempo sobre política, e sempre a favor no então presidente Jair Bolsonaro. Desta vez não foi diferente, após a revelação do conteúdo da reunião ministerial entre o presidente e seus ministros Zezé usou sua página para expressar sua opinião.

Em um vídeo de aproximadamente oito minutos, o cantor afirmou que assistiu ao registro completo da reunião e disse que o fato fortaleceu ainda mais Bolsonaro. Zezé também declarou que votaria novamente no atual presidente.

(FOTO: Reprodução)

“Não sou advogado do Bolsonaro, votei nele na eleição, votaria nele de novo, por minhas convicções e pela maneira que ele tem de pensar no Brasil” Disse Zezé Di Camargo no vídeo.

VEJA TAMBÉM: Fã apaixonado por Babu Santana faz tatuagem do ex-BBB; veja o resultado!

O cantor também falou sobre a independência entre os poderes da República e ressaltou que, na opinião dele, o Supremo Tribunal Federal tem trabalhado para enfraquecer o presidente.

O que tá acontecendo no Brasil hoje, o STF tá legislando e, se brincar, vira Executivo também. O STF, hoje, deu uma prova absurda de que quer ser o único poder desse país, passando por cima de prerrogativas do presidente e do Congresso” protestou.

Zezé ainda destacou que mesmo com o vídeo ainda não há nada contra o presidente e que as acusações acabaram o fortalecendo ainda mais.

No meu entender, o que tentaram imputar ao presidente Bolsonaro nesse assunto foi um tiro na água. Vocês acabaram de fortalecer mais o presidente junto ao povo. Estão querendo crucificar o homem de qualquer jeito.” Completou.

Assista ao vídeo completo:

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio