Amigo íntimo de Freddie Mercury revela que cantor tinha vergonha de parte do corpo “muito grande”

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

O perfil no Instagram chamado Freddie Mercury Online, é uma das páginas de fãs mais ativas do legendário vocalista do Queen. Agora, a página compartilhou um trecho de uma rara entrevista com Peter Freestone, ex-assistente pessoal e amigo de Freddie, que comentou lembranças pessoais que possui do vocalista. O antigo companheiro do cantor revelou ainda que Freddie costumava esconder os seus dentes em aparições públicas. O artista, vale lembrar, tinha uma arcada com 36 dentes enquanto a maioria das pessoas possui somente 32 dentes. Por causa disso, os dentes traseiros do músico empurraram os dianteiros deixando-os proeminentes. Com os sisos extraídos, um adulto comum possui 28 dentes.

Uma pergunta que muitos fãs me fazem e, durante as entrevistas, é qual é a minha melhor lembrança de Freddie e, para isso, minha resposta é sempre a mesma. Há tantas lembranças para mim dos doze anos que conheci Freddie, mas os momentos que sempre se destacaram para mim foram quando ele estava em casa rindo. Eu sei que isso parece bastante comum, mas sempre que você vê Freddie sorrindo ou rindo durante uma entrevista, ele sempre usa o lábio superior para tapar os dentes, ou então ele traz o dele para cobrir a boca. A razão para isso era que ele odiava os dentes e sempre tentava encobri-los. Quando ele estava em casa, não estava constrangido com os amigos e apenas jogava a cabeça para trás e ria alto com a boca aberta. Aqueles eram os momentos em que o homem quente, engraçado e relaxado era capaz de aparecer, sem ter que ter cuidado com estranhos vendo-o sem o Freddie Mercury – a persona do Rock Star”.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

“Eu também gostaria de ajudar a tranqüilizar algumas pessoas com relação às histórias dos ossos de Freddie quebrando quando o movíamos ao redor de sua cama para deixá-lo confortável nessas duas últimas semanas. Sim, Freddie estava ficando mais fraco a cada dia, pois ele não estava muito interessado em comer ou beber muito, mas ele conseguia ficar de pé e caminhar distâncias muito curtas, com alguma ajuda. Só porque os músculos estão perdendo parte de sua força não significa automaticamente que os ossos estão perdendo densidade. Freddie estava lá embaixo em Garden Lodge no dia 20 de novembro, pois queria ver algumas de suas obras de arte pela última vez. Terry o carregou escada abaixo, mas ele caminhou pela sala de estar e pela sala japonesa, com um de nós o apoiando. Ele comentou sobre como e quando adquiriu algumas das peças. É claro que houve uma atmosfera tranquila na casa durante esses últimos dias, mas Freddie continuou sendo o Freddie que conhecíamos até o fim. “- Peter Freestone (phoebe)”.

VEJA TAMBÉM: Madonna doou tanto dinheiro para cura do coronavírus que poderia se tornar um país europeu

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio