Após morte violenta nos EUA, Harry Styles irá pagar fiança de protestantes que forem presos

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Seguem ocorrendo em Minnesota, nos Estados Unidos, protestos que tiveram início depois da morte de George Floyd, um cidadão preto que foi abordado por policiais e acabou morto. De acordo com um vídeo divulgado através das redes sociais, durante a abordagem, um dos policiais acabou se ajoelhando em cima do pescoço de George, que repetia desesperado que não conseguia respirar. Mesmo assim, o homem não foi solto e logo depois acabou morrendo.

Os protestos vem adquirindo contornos violentos e inúmeras pessoas estão sendo presas. Muitas personalidades como Ariana Grande, Halsey e Tinashe já se posicionaram sobre o assunto virtualmente e também indo as ruas manifestando seu apoio aos protestantes. Alguns artistas, inclusive, disponibilizaram links para doações financeira em incentivo tudo isso.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

No sábado (dia 30), o cantor britânico Harry Styles que costuma ter posicionamentos mais liberais resolveu se manifestar. Pelo Twitter, o músico europeu anunciou que pretende pagar a fiança de algumas pessoas que forem presas por exercer seu direito de protesto.

Eu faço as coisas todos os dias sem medo, porque eu sou privilegiado, e eu sou privilegiado porque eu sou branco. Não ser racista não é o suficiente, nós temos que ser anti-racista. Mudança social só acontece quando a sociedade se mobiliza. Eu apoio aqueles que estão protestando. Eu vou doar para aqueles que forem presos conseguirem sair da cadeia. Escute, leia, compartilhe, doe e vote. Vidas pretas importam“. Confira a mensagem de Harry Styles abaixo:

Confira o chocante vídeo com o momento da prisão de George Floyd que viralizou nas redes sociais e causou os recentes protestos nos EUA:

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio