Ausência de Beyoncé no Grammy é comentada por chefe executivo

Diretor da Academia fala sobre a ausência da apresentação de Beyoncé no Grammy

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Apesar de Beyoncé aparecer nove vezes na lista de indicados ao Grammy, ela não está no cronograma de apresentação da premiação.

A cantora teve como indicações importantes, como: “Melhor Música” e “Gravação do Ano”, por “Black Parede” que são categorias de grande destaque e prestígio no Grammy.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Os artistas que tem esse destaque normalmente fazem apresentações na premiação, porém ela, Jay-Z e Kendrick Lamar decidiram não se apresentar. Assim como fizeram em 2018 e 2019.

Durante uma entrevista para o Los Angeles Times, nesta sexta-feira (12), Harvey Mason que é o chefe-executivo interino da Recording Academy falou sobre o assunto.

VEJA MAIS: Site expõe dossiê sobre supostas traições de Nego do Borel; confira

“É lamentável, porque ela é uma grande parte da Academia da Gravação. Gostaríamos muito de tê-la no palco”, ele disse.

A ausência de Beyoncé no Grammy, pode representar uma crise, já que os artistas negros estão pedindo por mais representatividade nas indicações.

Em 2017, Beyoncé perdeu o prêmio de “Melhor Álbum” para Adele, o que gerou muitas críticas entre os internautas.

A cantora britânica ainda fez um discurso bem emocionado sobre, confira:

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio