Autópsia de Michael Jackson apontou segredos nunca revelados sobre sua aparência

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Michael Jackson faleceu no ano de 2009 deixando inúmeras questões e boatos sobre sua vida e obra. O que poucas pessoas sabem é que após a autópsia do corpo do astro, algumas tatuagens escondidas foram descobertas.

O médico legista responsável por analisar o cadáver de Jackson achou inúmeros detalhes anormais na pele do astro, incluindo a perda de pigmentação por causa do vitiligo e também tatuagens cosméticas. 

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

VEJA TAMBÉM: Katy Perry diz que filha mostrou dedo do meio em ultrassom: “Essa é a minha garota”

As tatuagens, porém, não traziam imagens ou símbolos. Elas eram, uma tentativa de Michael Jackson para conseguir manter a aparência jovem. Segundo o Cheatsheet, as sobrancelhas de Jackson eram tatuadas, e o músico também tinha traços delineados e pretos permanentes nos olhos.

As tatuagens ainda incluíam um delineado rosa no lábio e outra mais escura cuja extensão saía de uma orelha até a outra passando pelo topo da cabeça. A última, de acordo com o UK Telegraph, foi feita após Michael Jackson sofrer queimaduras quando o cabelo dele pegou fogo durante o dramático episódio do comercial da Pepsi.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio